Com muito brilho, Vila Mamona aposta na sorte para garantir título de 2017

A sorte foi lançada no início do desfile da escola de samba Vila Mamona. A agremiação desfilou já na madrugada de terça-feira com 850 componentes, defendendo o enredo “O jogo já começou, A Vila se lança para a sorte”.


O embaralhar das cartas foi o tema apresentado pelos 12 integrantes da comissão de frente, coreografados por Letícia Arruda. O Coringa, importante protagonista nos jogos representou sorte, alegria e fortuna no abre alas do desfile. O carro abre alas trouxe como proposta o lançamento da sorte. O segundo carro mostrou a coragem de quem arrisca e o terceiro e último representou o amor pelo jogo, bem como as apostas e o ganhar.

 

As 13 alas que deram um colorido diferencial na avenida General Rondon representaram a Rainha de Copas (ala das baianas); o dominó; o jogo das damas; as roletas; a sorte; as apostas; as dezenas; o café; o enigma; o misticismo; os ciganos; os conselheiros místicos; e o Tarô. O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Carlinhos e Ana Paula, exaltaram o pavilhão da escola, junto aos 850 integrantes da agremiação que desfilaram com sorriso estampado no rosto.

 

Participante do desfile pela 27° vez, a escola de samba Vila Mamona transpareceu em seu desfile, a arte da aposta no mundo da jogatina. A primeira parte do desfile evidenciou as abordagens dos jogos de mesa, cartas, tabuleiros roletas, damas, dominó, bem como sobre o mistério que ronda o jogo.

 

Já a segunda, mostrou a arte da aposta, dezenas premiadas, lotéricas, o amor aos jogos e a sensação de prazer ao sair vitorioso em um jogo apostado. Finalizando o desfile, o misticismo, o mistério, a ansiedade, bem como o enigma na espera do resultado dos jogos foram abordados.