Próxima gestão receberá Prefeitura sem dívidas e com dinheiro em caixa

A situação econômica da Prefeitura de Corumbá hoje difere, e muito, de grande parte das municipalidades do Brasil. Até o dia 30 de dezembro, todos os prestadores de serviço estarão pagos pelo Executivo corumbaense. E os servidores comissionados que pediram exoneração, cerca de 70 pessoas, receberão integralmente o acerto trabalhista. Também haverá recursos em caixa para finalizar as obras executadas com recursos próprios da Prefeitura.

 

Com relação ao pagamento de dezembro do funcionalismo público, a folha está sendo encaminhada nesta terça-feira, 27 de dezembro, para as agências da Caixa e do Banco do Brasil. Os valores estarão disponíveis para saque aos servidores da ativa e inativos entre quarta e quinta-feira. Considerando o pagamento de outubro e o 13º salário, também liberado antecipadamente, são cerca de R$ 30 milhões injetados na economia local em apenas 28 dias.

 

“Hoje Corumbá é um oásis no meio desse deserto que se encontra o País”, comparou o prefeito Paulo Duarte, que nesta terça-feira fez uma prestação de contas dos quatro anos de seu mandato. Ele fez um balanço das principais obras e serviços realizados na cidade – como a reconstrução da UPA 24 Horas, o transporte coletivo, a climatização de todas as escolas urbanas, a revitalização do patrimônio histórico e esportivo da cidade entre muitas outras ações.

 

Coletiva

 

Na presença de sua equipe de Governo, o prefeito municipal de Corumbá, Paulo Duarte fez, durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, 27 de dezembro, um balanço dos quatro anos de gestão. Ladeado da vice-prefeita, Márcia Rolon; da primeira-dama, Maria Clara Scardini;e da vereadora Cristina Lanza, o chefe do Executivo pontuou ações e números em vários setores da administração mostrando a evolução do município seu período de gestão.

 

“As pessoas confundem atitude com falta de sensibilidade e isso não é verdade. Fui acusado de ser extremamente técnico e isso para mim é um elogio. Primamos por fazer aquilo que beneficiasse o coletivo. Eu administrei pensando nas futuras gerações, não na próxima eleição”, resumiu o prefeito sobre a personalidade de seu mandato.

 

Paulo Duarte distinguiu em duas categorias as ações e obras de seu Governo. Ele afirmou deixar vários legados, dentre eles, os visíveis e os não visíveis. Os visíveis se enquadram nas obras e ações, dentre s quais destacou a climatização das salas de aula da Rede Municipal de Ensino, a pavimentação de ruas e substituição do asfalto antigo e de péssima qualidade em vários pontos por um material adequado, por exemplo. Já sobre as invisíveis, o prefeito citou:

 

“A administração equilibrada financeiramente com foco na gestão. Quem disser que não está, está mentindo. Num dos 4 anos mais difíceis do país, conduzimos a administração com respeito e seriedade fazendo de Corumbá um oásis no meio do caos. Por isso, não admitiremos que tentem macular nosso trabalho e por isso vim aqui prestar contas de tudo o que fizemos”, disse Duarte ao afirmar que entregará de forma detalhada e documentada toda prestação ao Ministério Público.

 

Dentre os legados visíveis, Paulo Duarte lembrou das primeiras ações que teve que executar logo no início do mandato. Segundo ele, concluir e equipar a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Guató que, hoje, tornou-se referência no atendimento médico na cidade, e a nova empresa de transporte coletivo que trouxe mais agilidade, conforto para a população.

 

Os espaços públicos como ponto de encontro, lazer e prática de atividades físicas também foram descritos como um legado para a saúde do povo, pois a cidade aumentou visivelmente o número de praticantes de esportes, como exemplo, o ciclismo. Sem contar ainda, os projetos Corumbá Saudável e Corumbá Verão que oferecem de forma gratuita atividades físicas em vários espaços destinados a essa prática como o Ginásio Poliesportivo que foi praticamente reconstruído e pode novamente ser utilizado.

 

Na Habitação, o prefeito lembrou da construção das 1040 unidades habitacionais que estão concluídas e aguardando apenas a ligação do fornecimento de energia elétrica e água por parte das empresas fornecedoras.

 

“Tudo o que competia ao Município foi feito. As casas estão prontas e quem quiser pode ir lá verificar. Outro legado que ficou nessa área foi o sorteio popular. Pela primeira vez, o destino das casas ao foi feito pela camaradagem.Conduzimos o processo de forma clara e transparente”, recordou.

 

O prefeito ainda falou das conquistas na economia coma chegada de grandes lojas de varejo e geração de empregos. No Turismo, ele destacou o destaque a cidade ganhou tanto em âmbito nacional como internacional e o vôo diário com conexão Corumbá/Bonito/Campinas. No Patrimônio, a requalificação do Jardim da Independência e da Praça da República, da Casa de Memória do Dr. Gabi e do Hotel Galileo, bem como a recuperação das fachadas de prédios como o ILA, a antiga Prefeitura e do Hotel Internacional realizada com recursos próprios.

 

Duarte falou ainda da garantia de recursos para a execução de projetos que devem transformar a cara da cidade. “A futura gestão tem até o final do mês de janeiro para assinar o contrato de um projeto que é transformador’, afirmou ao falar da autorização para contratação de operação de crédito externo com o Fundo Financeiro para a Bacia do Prata (FONPLATA) no valor de até 40 milhões de dólares. que serão destinados ao financiamento parcial do “Programa de Desenvolvimento Integrado de Corumbá (PDI).

 

“Eu torço de verdade para a cidade, continuarei presente aqui. Aprendi muito, um aprendizado que vou levar para toda minha vida. Não defini ainda o que politicamente farei. Isso é uma decisão que deixarei para fevereiro, março do ano que vem, mas já recebi propostas. Aproveito o momento para agradecer a equipe e todos os funcionários que nos ajudaram a conduzir essa gestão. Vocês foram fundamentais para que chegássemos a esse resultado excelente”, finalizou.