Oficina de Dança promove dois dias de espetáculo com entrada beneficente

“Coreografias, em dois atos” é espetáculo da Oficina de Dança, projeto mantido pela Prefeitura Municipal de Corumbá, por meio da Fundação de Cutlura, que como propõe o nome acontecerá em dois dias. O primeiro ato, com elenco exclusivamente infantil, está marcado para esta sexta-feira, 09 de dezembro, e na seqüência, dia 10, é a vez da apresentação dos adultos.

 

De acordo com o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Joílson Cruz, a programação é uma mescla de estilos e ritmos que mostram a variedade com a qual a Oficina de Dança atua há 17 anos no município, incluindo o trabalho conjunto com grandes nomes da dança no estado de Mato Grosso do Sul, como Chico Neller.

 

“É uma grande equipe, entre bailarinos que somam cerca de 600, mais a equipe técnica. É a culminância do nosso ano letivo e realmente todos vem de uma forma brilhante se apresentar nesses dois dias”, avaliou ao lembrar que os investimentos da gestão do prefeito Paulo Duarte no projeto que atende de crianças a partir de 03 anos até adultos sem limite de idade com aulas de dança gratuitas.

 

“O prefeito Paulo Duarte nos oportunizou um grande sonho que era nossa sede própria. O espaço novo veio favorecer o trabalho técnico porque é mais amplo, arejado, o aluno que não está em sala, pode ficar em outra sala ensaiando”, comentou Joílson que fez questão de lembrar que o espetáculo de final de ano é um dos projetos financiados pelo FMIS – Fundo Municipal de Investimento Social.

 

Nos dois dias, o espetáculo começa às 20 horas, no Ginásio Poliesportivo Lucílio Medeiros, na rua Porto Carrero, onde a entrada será um quilo de alimento não-perecível, que será doado para o projeto social Sino da Caridade, da Cidade Dom Bosco, que tem por objetivo fornecer cestas básicas para as famílias carentes do município durante o Natal.

 

A Oficina

 

Criada em 1999, a Oficina de Dança completou em 2016, 7 anos de atividades ininterruptas. O projeto começou tímido, porém com pretensões grandiosas. Apoiado pela Fundação de Cultura de Corumbá, o projeto tornou-se realidade, foi crescendo e a “Oficina”, como passou a ser chamada, foi reconhecida pelo talento de seus alunos e tornou-se um ícone da arte corumbaense e sul-matogrossense.

 

Desde o ano de 2005, a Oficina de Dança passou a receber total apoio da Administração Municipal, sendo possível, desta forma, ampliar o número de seus atendimentos, chegando ao que é hoje.

 

Com inúmeros investimentos, melhorou a qualidade técnica de professores e alunos, que passaram a participar de variados cursos, oficinas, workshops e montagens coreográficas com profissionais renomados e premiados nacionalmente (danças folclóricas, dança contemporânea, street dance, balé clássico, entre outros estilos).

 

A Oficina já representou a cultura pantaneira, sul-mato-grossense e corumbaense em diversas cidades do estado e também fora dele. Desde sua criação já realizou 24 espetáculos.