Governo libera uma das duas parcelas destinadas ao hospital de Corumbá

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, liberou nesta quarta-feira, 27, uma parcela do repasse para a Santa Casa de Corumbá, conforme a contratualização 02/2015. A informação é da secretária de Saúde do Município, Desiane Silva, adiantando que a verba já está sendo encaminhada para o hospital.

 

Segundo ela, esta é uma das duas parcelas que estava atrasada, e que tem refletido diretamente nos serviços prestados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo hospital corumbaense.

 

Desiane lembra que, por conta disso, tem ocorrido problemas na instituição, tais como falta de materiais para atendimento no único hospital da região, e até pagamento de profission. Ais que prestam serviço na única unidade hospitalar da região.

 

O repasse ocorrido hoje é referente ao mês de outubro que deveria ter sido liberado no dia 05 de novembro. Resta ainda o repasse referente ao mês de novembro, que venceu no dia 05 de dezembro.

 

Desiane lembra que a Santa Casa de Corumbá, responsável pelo atendimento de corumbaenses, ladarenses e também bolivianos residentes na faixa de fronteira, é administrada por uma Junta Interventora, e que só continua de portas abertas graças aos recursos repassados pelos governos federal, estadual e municipal.

 

“Os recursos para manter o hospital em funcionamento vêm da União, Estado e do Município. Qualquer atraso, prejudica os serviços prestados pelo único hospital da nossa região”, enfatiza, lembrando também que o repasse para a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), referente a novembro, ainda não foi repassado pelo Estado.

 

 

Atualmente, o Governo do Estado, por parte da Secretaria Estadual de Saúde, repassa mensalmente a importância de R$ 353.882,00 (de outubro, faltavam R$ 303.882,00 referente ao Bloco da Média e Alta Complexidade/HFSUS – Ambulti, que foi liberado esta manhã). A União repassa mensalmente R$ 1.083.944,91, e o Município R$ 400.582,00.