Novidade no Fegasa, as oficinas infantis estão fazendo a alegria da meninada

O público infantil não foi esquecido nesta quinta edição do Fegasa (Festival Gastronômico Sabores das Américas), evento realizado pela Prefeitura Municipal de Corumbá, por meio da Fundação de Turismo do Pantanal. Os pequenos chegaram acompanhados dos pais e mostraram ansiedade por aprender receitas que abrem o apetite só de falar como é o caso da pizza.

 

Marina Baruki aproveitou a programação especial para a criançada e trouxe o pequeno Nawaf, de 04 anos de idade. O garotinho foi um dos mais participativos da aula-show não dispensando perguntas e nem mesmo colocar a mão na massa.

 

“Temos poucas atividades voltadas para as crianças na cidade e, quando soube que ia ter essa aula, não pensei duas vezes em trazê-lo. Ele gosta bastante de cozinha, fica sempre observando o pai cozinhar e para ele está sendo uma grande diversão essa aula”, comentou a mãe.

 

Joelma Lima foi outra mãe que logo que tomou conhecimento da programação infantil do Fegasa fez questão de inscrever a filha Amanda, de 07 anos de idade. A pequena já se aventura na cozinha onde afirma já ter preparado algumas receitas, entre elas, um bolo de chocolate.

 

“Estou gostando porque eu gosto mais mesmo da comida salgada e pizza é uma das minhas preferidas”, revelou a menina.

 

Os chefs Leonardo Caixote e Henrique Hatz se revezaram na função de ensinar desde o preparo da massa, passando pelo molho e recheios. “Hoje, temos três conceitos de pizza: a italiana, a americana e a paulista. Aqui, nossa receita é a paulista caracterizada por ter uma massa fina, mas com bastante recheio”, explicou o chef Caixote.

 

Também no primeiro dia de Fegasa, a criançada ainda interagiu com a chef Emiliana Azambuja que apresentou um shake de tutti-frutti e a delícia de banana, acompanhados do pratinho do Popeye. A chef despertou a curiosidade da criançada ao mostrar ingredientes que nem sempre são vistos com bons olhos pelos pequenos, mas que fazem muito bem para a saúde.

 

“Temos que todos os dias provar algo novo, diferente. Não podemos ficar só comendo um tipo de coisa. A gente pode acrescentar esse ingredientes na receita e continuar com sabores bons do jeito que a gente gosta e ainda fazer bem para nós”, disse ao conversar bem pertinho com a meninada sobre cereais como a aveia e sementes como a chia.