Corumbá reúne 34 operadores no quarto Encontro de Turismo de Fronteira

Aberto na noite de sexta-feira, 25, o IV Encontro de Turismo de Fronteira de Corumbá. O evento vai até segunda e é uma realização da Prefeitura, por meio da Fundação de Turismo do Pantanal (FUNDTUR/Pantanal), em parceria com o Conselho Municipal de Turismo de Corumbá, SEBRAE/MS e FECOMERCIO/MS.

 

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Turismo, Hélènemarie Dias Fernandes, esta é a quarta edição do encontro que Corumbá realiza sempre estimulando os roteiros integrados em negócio. “Este é um evento de negócio onde a gente recebe operadores de turismo e hoje temos 34 do Paraguai, do Chile, da Bolívia e os encames nacionais, que são aqueles operadores especializados na venda do nosso produto para o mercado internacional”, colocou Hélènemarie.

 

“Além deles viverem as nossas experiências turísticas, conhecerem e vivenciarem o nosso destino, a gente promove grande rodada de negócios que permite aos empresários corumbaenses apresentar os nossos produtos, além de estarem nesses países, nessas operadoras e agências e sermos vendidos no mercado de outros países”, continuou.

 

O primeiro encontro de turismo foi realizado somente com a Bolívia. O Paraguai entrou também no segundo e “cada vez mais a gente avança na nossa estratégia de roteirizar e integrar a América do Sul, sempre pensando em unir os destinos da América do Sul e Corumbá como o portão de entrada do Brasil”.

 

Entre os produtos que estão sendo apresentados, estão os cruzeiros fluviais exclusivos de ecoturismo de aventura, que estão com a temporada aberta até fevereiro/2017, que reúnem 4 importantes sensações procuradas pelo turista que visita Corumbá, por água e terra, na zona urbana e rural.

 

Este novo produto do Pantanal sul-mato-grossense foi apresentado como vitrine ao mercado internacional na I Adventure Week Brazil – Pantanal & Bonito, realizado pela ATTA, a EMBRATUR, o governo do estado do Mato Grosso do Sul e os destinos sede, Corumbá e Bonito.

 

Márcia Alves, assessora do Conselho de Turismo da CNC (Confederação Nacional do Comércio) esteve presente na abertura e pela primeira vez, está vivenciando a experiência de que o turista tem ao visitar a cidade.

 

“Eu estive aqui no primeiro seminário de turismo de fronteira e agora estou tendo a oportunidade de voltar e participar dessa experiência que é super diferenciada. Acho que o destino Corumbá mudou por completo nesses quatro anos. A ação da Fundação foi fantástica, fato de ter um observatório do turismo que tem dados realmente auxilia muito, e é um destino belíssimo que tem tudo pra explodir. Depois desse quarto encontro todas essas pessoas que estão aqui, que são de agência, de operadoras nacionais e internacionais, acho que o destino Corumbá vai dar uma alavancada e subir mais um degrau”, ressaltou.

 

Márcia ainda palestrou para os operadores falando sobre o “Turismo de Experiência” e as mudanças que o setor vem sofrendo. “Eu fiz uma palestra onde eu falo um pouco sobre turismo de fronteira, a questão das cidades fronteiriças, as oportunidades que isso trás e falando um pouco dessa mudança que o turismo está sofrendo no mundo inteiro, a questão da experiência entrando. Porque antes tínhamos um pacote fechado que todos tinham que fazer aquilo e hoje não temos mais isso, temos coisas diferentes para pessoas diferentes, esse é o turismo de experiência, porque às vezes a pessoa até paga um pouquinho a mais para fazer aquilo daquela forma que ela quer”.

 

Após a palestra o grupo de 34 operadores turísticos embarcou para uma experiência única no Pantanal a bordo do barco Kayamã VIP. Na segunda-feira, 28, se encontrarão com os empresários locais inscritos no evento, que apresentarão os seus produtos turísticos e realizarão o network, a partir dos segmentos prioritários, a pesca esportiva, ecoturismo e turismo de aventura.