Prefeitura aguarda apenas a Sanesul para entregar 1040 apartamentos em Corumbá

A Prefeitura de Corumbá está dependendo somente da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) para concluir as obras de infraestrutura no entorno dos residenciais Flamboyant I, II e III, no Bairro Guató, e do Buriti, no Jardim dos Estados, para entregar as 1040 unidades habitacionais às famílias de baixa renda que foram contempladas pelo sorteio realizado no início do ano.

 

“Os apartamentos já estão prontos, assim como as obras de urbanização na parte interna dos condomínios. Resta agora a Sanesul concluir as redes de água e esgoto sanitário, para que possamos concluir a drenagem e o pavimento asfáltico da parte externa, para então entregar as 1040 unidades às famílias beneficiárias”, explicou Madson Ramão, diretor-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico (Fuphan).

 

O diretor informou que, pelo cronograma da Prefeitura, a entrega das 1040 unidades deveria ocorrer até o início de dezembro. “Pelo que estamos observando, será difícil isto acontecer. As obras das redes de esgoto e de água estão lentas e temos que esperar a Sanesul concluir este serviço para depois terminamos a drenagem e implantarmos o pavimento asfáltico da parte externa dos residenciais”, continuou.

 

A Fuphan, conforme Madson, enviou um ofício à Sanesul solicitando informações sobre o cronograma das obras. “Ainda não recebemos resposta, mas a intenção do prefeito Paulo Duarte é entregar as 1040 unidades habitacionais até o início de dezembro, para que todas as famílias beneficiadas passem as festas de Natal e Ano Novo em suas novas moradias”, completou.

 

Os residenciais Flamboyant I, II e III estão localizados no Bairro Guató. São 840 unidades distribuídas em três condomínios dotados de toda infraestrutura, inclusive três salões de festa; três parques infantis; arborização, vias internas pavimentadas e calçamento, inclusive com piso tátil, benfeitorias também implantadas no Residencial Buriti, com 200 unidades, no Jardim dos Estados.

 

Os residenciais estão sendo construídos com recursos federais, com contrapartida do Município, recursos oriundos de impostos que a população paga, e serão importantes para reduzir de forma sensível o déficit habitacional na cidade. Fazem parte do maior programa habitacional da cidade, o Meu Doce Lar.

 

Os quatro residenciais fazem parte do maior programa habitacional da cidade, o Meu Doce Lar, dentro do Minha Casa Minha Vida. Os recursos são oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial e da Prefeitura de Corumbá. Cada unidade residencial conta com 43 metros quadrados de área construída, com acessibilidade, dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro.

 

apartamento

São 1040 unidades habitacionais no Guató e no Jardim dos Estados (Foto: Renê Marcio Caneiro)