Ações marcam Dia Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil

O Dia Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes foi lembrado em Corumbá com a realização de uma série de atividades na sede do Moinho Cultural Sul-Americano. A programação foi realizada na tarde de quinta-feira e além das atividades culturais, foi marcada por uma palestra em tornodo tema com o coordenador do programa Escola de Conselho da UFMS, Ângelo Motti.

 

Na palestra o coordenador procurou falar a linguagem dos jovens para que eles possam se reconhecer como seres sexuais, e para lembrar que seus direitos sexuais tem que ser protegidos. “Os jovens só podem se auto proteger se eles se reconhecem como seres sexuais, então eu quero fazer uma reflexão com eles para que eles saibam o que significa a sexualidade e quais os caminhos que eles têm fora dele para fazer essa proteção, e como é importante participar dessa proteção e do desenvolvimento da sexualidade deles, que deve ser uma coisa saudável”, explicou.

 

A vice-prefeita Márcia Rolon participou do evento e lembrou a importância do dia e de como é importante essa união que está acontecendo entre os projetos desenvolvidos no Moinho, que trabalham com adolescentes e as escolas municipais.

 

Citou que o Município, por meio de seus projetos sociais, tem desenvolvido um trabalho de prevenção que vai muito além da educação, isso sem contar o apoio que a Prefeitura disponibiliza às instituições, conselhos e outros organismos.

 

Monica Macedo, coordenadora de Projetos do Moinho, lembrou o programa “Proteger é Preciso”, patrocinado pela Vale, com apoio das prefeituras de Corumbá e Ladário. Ela explicou que o projeto é desenvolvido em cinco fases, envolvendo colaboradores, comunidade, escolas da região, além das prefeituras que apoiam a iniciativa.

 

Durante as atividades os jovens e adolescentes participaram da oficina de bonecas realizada pela Missão Salesiana; de palestras sobre a higiene bucal e do escovódromo, a cargo da Secretaria Municipal de Saúde; contação de história, por parte da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, além de testes sociais e apresentação de filmes, como pare do programa “Proteger é Preciso”.

 

As secretárias de Assistência Social e Cidadania, Mabel Sahib, e de Educação, Roseane Limoeiro, também participaram das atividades, assim como a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes, Renata Miceno Papa de Almeida.