Prefeitura atende entidades assistenciais na execução de projetos inovadores

A Prefeitura de Corumbá está atendendo seis entidades assistenciais, não governamentais, com repasse de recursos visando execução de projetos inovadores, visando ampliação dos trabalhos que realizam com crianças e adolescentes.

 

A formalização do convênio visando o repasse de recursos, no valor global de R$ 77.220,29, ocorreu no final da manhã desta segunda-feira, 27, no gabinete do prefeito Paulo Duarte, na presença de representantes das entidades atendidas e de outras autoridades.

 

Os convênios foram formalizados entre a Prefeitura e as seis entidades cadastradas no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), e os recursos são oriundos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA).

 

São organizações não governamentais que se inscreveram no processo seletivo e apresentaram projetos para receber recursos financeiros para implementar ações na política pública para crianças e adolescentes.

 

Os convênios foram firmados com a CRIPAM/CAIJ (Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Muller – Centro de Apoio Infanto Juvenil); Oficina Mãos Amigas Santo Antônio de Pádua; Instituto Moinho Cultural Sul Americano; Associação de Pais e Amigos dos  Excepcionais (APAE); Colégio Imaculada Conceição – Obra Social Madre Mazzarello – Geniquinho; e Associação do Centro de Equoterapia Odilza Miranda de Barros.

 

Durante o ato, o prefeito Paulo Duarte lembrou o quanto é importante esclarecer a origem dos recursos e a sua destinação. “São doações feitas por empresas que, depois, deduzem do Imposto de Renda. Tudo é feito de forma transparente e, apesar de todas as dificuldades do momento, as pessoas estão acreditando e doando. Graças a isso, estamos repassando esses recursos para que estas entidades continuem realizando esse belíssimo trabalho, atendendo quem realmente precisa”.

 

A secretária de Assistência Social e Cidadania, Mabel Sahib, ressaltou que as entidades contempladas, “são os braços e as pernas da assistência social”, e nada mais justo que consigam cada vez mais aprimorar o trabalho realizado. “Esse recurso que vem do Fundo, tem sido muito bem aplicado e isso nos deixa muito feliz, pois cada vez mais, as instituições estão melhorando e aprimorando a qualidade do trabalho prestado à população”.

 

Para a presidente do CRIPAM/CAIJ, Luíza Maria Corrêa Martins, “o recurso é uma retribuição em confianças as nossas entidades, que nos leva a acreditar que estamos fazendo um bom trabalho”, observou, citando que ainda há muito por fazer e que apesar das incertezas de continuar o não o trabalho, “Deus nos mostra e nos dá força, pois ainda temos muito por fazer e devemos continuar”.

 

A CRIPAM/CAIJ – Casa de Recuperação Infantil Padre Antonio Muller – Centro de Apoio Infanto Juvenil, foi atendida com R$ 21.115,00 para aplicação no projeto “Crianças e Adolescentes são cidadãos, prevenir é melhor que remediar!”. A meta é atender 600 crianças e adolescentes, por meio de uma ação anti drogas no município, com oficinas de artesanato, violão, teclado, jogos, dança, teatro, psicossocial.

 

A Oficina Mãos Amigas Santo Antônio de Pádua, que tem como presidente Geralda Ferraz de Souza, vai aplicar R$ 7.170,00 no projeto “Oficina de Balé”, atendendo 20 crianças, ensinando além da dança, cultura, a disciplina, postura e a convivência em grupo. O recurso será utilizado na aquisição de material de consumo para a oficina e a contratação do instrutor.

 

Outro beneficiado é o Instituto Moinho Cultural Sul Americano, presidido por Paulo Madson de Souza Barbosa. O valor repassado é de R$ 12.704,00e será aplicado no projeto Moinho Cultural Segurança Total, atendendo 250 crianças e adolescentes.

 

Também foi firmado convênio com a Associação de Pais e Amigos dos  Excepcionais (APAE), presidido por Manoel Ferreira dos Santos. Serão aplicados R$ 20 mil no projeto Estimulação Precoce e a meta é atender 20 crianças de zero a cinco anos, além de suas famílias.

 

Com o Colégio imaculada Conceição – Obra Social Madre Mazzarello – Geniquinho, presidido pela irmã Maria Aparecida Lopes de Souza, o convênio é no valor de R$ 9.518,10 que serão aplicados no projeto Entrando no Ritmo – Parte II. A meta é atender 115 crianças e adolescentes, por meio da introdução do conhecimento musical atendendo ao interesse demonstrado pelas crianças e adolescentes de forma a manter um a convivência harmoniosa e prazerosa, além de oportunizar aprendizagem.

 

Já o sexto convênio foi com a Associação do Centro de Equoterapia Odilza Miranda de Barros, que tem como presidente Evanancy Soares de Alcântara. Serão aplicados R$ 6.713,19 no projeto Aquisições Equoterápicas e a meta é atender 40 crianças e adolescentes com deficiência com a aquisição de bens de consumo e permanente para promover melhorias nos atendimentos de reabilitação fisioterápicos na equoterapia.