Prefeito diz que programa é prioridade e anuncia nova etapa no Jatobazinho

O Programa de Regularização Fundiária “Terreno Legal” é uma prioridade e terá continuidade em toda a região de Corumbá. A informação é do prefeito Paulo Duarte que na noite de ontem, segunda-feira (20), comandou a entrega de 121 títulos definitivos para famílias do Jatobá e Jatobazinho, no Bairro Popular Nova.

 

“Diante da situação econômica que o País atravessa, temos que priorizar e o programa Terreno Legal é uma prioridade”, declarou o Chefe do Executivo corumbaense, ressaltando que no próximo dia 27, a equipe da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico (Fuphan), que coordena o programa, voltará ao Jatobazinho para iniciar uma nova etapa da regularização fundiária.

 

“Estamos superando as dificuldades, a crise, e realizando aquilo que é realmente prioritário para a população”, destacou Duarte, elogiando a equipe da Fuphan pelo trabalho desenvolvido. Ele citou que é preciso, em momentos como este, “ter vontade de trabalhar, sensibilidade para fazer aquilo que é mais importante para a cidade. Estamos superando as dificuldades e para tranquilizar os moradores, vamos retornar aqui no dia 27, e dar continuidade ao trabalho, atendendo mais famílias que moram nesta região”, assegurou.

 

Outra boa notícia é que, por meio de uma parceria entre a Prefeitura, Defensoria Pública e a Energisa, será feito um trabalho em toda a região, no sentido de regularizar as ligações de luz. “Vamos resolver todas as questões. Hoje estamos entregando os títulos. Em seguida, outras melhorias”, explicou o prefeito.

 

Regularização

 

A diretora-presidente da Fuphan, Maria Clara Scardini, lembrou que o programa está permitindo solucionar um grave problema social de famílias que vivem sem segurança da moradia. “Isso nos preocupa muito. Levamos ao prefeito e ele nos deu todo apoio para realizarmos um trabalho e acabarmos com este problema. Aqui temos pessoas morando já há mais de 15 anos sem segurança que, a partir de agora, estão mais tranquilas”, disse.

 

Ele lembra ainda que, a partir de agora, todos poderão fazer melhorias nos imóveis e até mesmo participar dos programas habitacionais da Caixa, contraindo empréstimos para melhorar o lar. “Isso sem contar que vão poder fazer ligações de água, luz e um lugar que é de vocês, um lugar que vocês vão poder chamar de seu”, completou.

 

Cristina Lanza e Roberto Façanha elogiaram bastante o programa. Segundo eles, quando a lei foi aprovado pelo Poder Legislativo, todos tinham conhecimento da sua importância. “Quando se quer fazer, faz. Muitas famílias morando nesta situação já há muitos anos e o Paulo teve coragem de resolver este problema. Por isso a Câmara aprovou esta lei que está permitindo tornar realidade o sonho de muitas famílias”, disse Façanha.

 

Cristina Lanza lembrou que nesta terça-feira, 21, começou o inverno e que o ato de ontem à noite “vai ficar marcado na história das famílias beneficiadas que, agora, vão poder dormir mais tranquilos, em um lugar quentinho”. Elogiou o prefeito pelo programa que está sendo fundamental para aquelas “pessoas que viviam na insegurança. Como disse a Maria: hoje, todas estas pessoas vão poder vão poder chamar o lugar onde moram, de seu”, finalizou.