Prefeito destaca papel dos trabalhadores na redução do déficit habitacional

A Prefeitura de Corumbá intensifica cada vez mais a execução de programas habitacionais para reduzir o déficit na região. Hoje, 1.040 novas unidades estão sendo construídas na parte alta da cidade, dotadas de toda infraestrutura necessária, assegurando condições dignas de moradia para famílias de baixa renda. Somente no Flamboyant I, II e III, no Bairro Guató, são 840 apartamentos. Outros 200 estão sendo construídos no Residencial Buriti, no Jardim dos Estados.

 

Os residenciais estão em fase de conclusão e devem ser entregues no segundo semestre. Integram o programa “Meu Doce Lar” que é desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico (Fhupan), como parte do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal.

 

Na manhã desta quinta-feira, 02, o prefeito Paulo Duarte visitou o canteiro de obras do Flamboyant e se encontrou com os trabalhadores, apontados por ele como “os responsáveis direto pela realização do sonho de famílias corumbaenses que, em breve, vão receber as chaves dos apartamentos e realizar o sonho da casa própria”.

 

O prefeito estava acompanhado da primeira dama e diretora-presidente da Fuphan, Maria Clara Scardini, e de outros assessores. Fez questão de participar da 25ª reunião dos trabalhadores organizada pela empresa responsável pelas obras, VBC – Engenharia de Construção Civil, aberta pelo engenheiro Gustavo Castro, e que contou com uma palestra sobre segurança no trânsito com o tenente Vasques e cabo Reinaldo, ambos da Polícia Militar.

 

“Estamos trabalhando para reduzir o déficit habitacional na cidade. Este é o maior programa habitacional já desenvolvido no Estado, dotado de toda infraestrutura necessária para garantir condições digna de moradia às famílias corumbaenses”, disse o prefeito, lembrando que os residenciais contam com redes de drenagem, pavimentação, água, esgoto, telefonia, além outros benefícios.

 

Para o chefe do executivo corumbaense, os trabalhadores da construção civil estão tendo uma participação importante nesse processo de proporcionar condições dignas de moradia às pessoas. “Eles fazem parte dessa história. Estão ajudando a realização de um sonho de centenas de famílias que, em breve, estarão residindo aqui, neste belo residencial”, enfatizou.

 

Hoje, 280 pessoas estão trabalhando na construção dos residenciais. Chegou a 450 no pico. “É gratificante ver que, entre eles, existem pessoas que, além de participar da construção, vão morar com suas famílias aqui, também realizando o sonho da casa própria”, disse Duarte.

 

casa

Encontro com trabalhadores foi na manhã desta quinta-feira (Foto: Kleverton Velasques)

 

De fato, entre os 280 atuais trabalhadores da construção civil que estão nos dois canteiros (Flamboyant e Buriti), uma boa parte, no dia em que a Prefeitura realizou o sorteio no Complexo Poliesportivo de Corumbá, inédito por sinal, estava com as atenções voltadas para o ginásio, em contato direto com suas esposas e parentes.

 

São os casos José Francisco da Silva, 35 anos, casado com Alessandra Jard Vernochi da Silva, e Vagner Arruda de Souza, 37 anos, casado com Eliete Paz de Souza. Elas estavam cadastradas e logo que foram sorteadas, avisaram os dois sobre o ocorrido.

 

“Foi uma alegria imensa”, disse José Francisco que, depois desse dia, sempre diz aos três filhos: “estou construindo a nossa casa. Onde nós vamos morar. Qual pai que não sonha em construir a sua própria casa e morar com sua esposa e filhos? Eu estou fazendo isso agora”, comemorou.

 

E esta alegria é compartilhada por Vagner Arruda. Pai de duas crianças, ele disse que quando sua esposa o informou, “foi uma alegria imensa. Foi a realização de um sonho. Estava trabalhando aqui e não sabia que estava construindo a casa onde vou morar com minha família. É muita alegria, ainda mais que vamos sair do aluguel”, celebrou.

 

casa

Vagner e José Francisco com Paulo Duarte e Maria Clara: sonho realizado (Foto: Kleverton Velasques)