Alunos do Izabel Corrêa entregam reivindicações feitas à Defensoria Pública

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul promoveram em seis unidades escolares da cidade o projeto “Educação em Direitos e Deveres – Pacificando Relações”, idealizado pela defensora pública Lídia Helena da Silva e desenvolvido juntamente com alunos e pais dos 9º anos.

 

O trabalho tem como objetivo principal levar à população corumbaense, em especial às famílias, noções básicas de direitos e deveres relativos a convivência familiar, escola, vizinhança, idoso, criança, adolescente, consumidor e moradia. A ideia surgiu após a Defensoria Pública de Corumbá constatar que houve grande aceitação das rodas de conversas promovidas pelos CREAS e escolas da Rede Municipal.

 

Nesta quarta-feira, 15 de junho, a escola Izabel Corrêa encerrou o trabalho e foi, representada por quatro alunos, até o gabinete do prefeito Paulo Duarte, onde entregaram pessoalmente as reivindicações levantadas em sala de aula. Eles também falaram um pouco sobre o que aprenderam durante o trabalho realizado pela defensoria. “O projeto foi bom, me ensinou muita coisa, como por exemplo a como tratar as pessoas e os próprios colegas. Hoje minhas atitudes mudaram”, contou o aluno Orlando Soares Mendonza.

 

Já Luan Silva Santana lembrou das normas que antes não eram bem vista por eles. “As regras nunca foram bem quistas, mas nós aprendemos como e pra eu elas são feitas e hoje sabem que devemos respeitá-las”. Já Talita Viegas Rojas afirmou que “os modos dos alunos na escola melhoraram muito”. Jeanderson Marques, por sua vez, achou o projeto muito importante pra saber mais sobre os nossos direitos e deveres.

 

“Acho que a gente primeiro deve cumprir os nossos deveres, para que só depois possamos exigir que os nossos direitos sejam cumpridos  e devemos pedir para que eles sejam feitos da maneira certa”, colocou Jeanderson.

 

Dentre as reinvindicações entregues ao prefeito, estavam limpeza do terreno ao lado da escola, melhoria na iluminação próximo, reforma da quadra e de algumas partes da escola. Já os pontos positivos que foram destacados pelo prefeito foram a implantação do projeto Bons Ventos, onde todas as escolas da Reme receberam ar condicionado; a boa qualidade da merenda e o lajotamento da alameda Nair Dobes

 

Para o prefeito Paulo Duarte esse trabalho realizado pela Defensoria nas escolas com os alunos foi muito importante porque eles aprenderam para que serve e como funciona, além de como eles mesmo colocaram, aprenderam como tratar as pessoas.

 

“A partir da Constituição de 88 aprendemos muito a cobrar os nossos direitos, mas há uma certa desatenção com os deveres que devemos cumprir. E a questão do respeito que vocês colocaram é muito importante. Acho importante também que vocês não apontaram só reinvindicações e coisas positivas da escola, mas do bairro também. Esse sentimento de pertencimento é muito importante. Porque tudo isso, na questão de patrimônio público, é de vocês e vocês devem cuidar e zelar por eles, afinal vocês são os agentes dessa mudança”, afirmou.

 

“A participação das escolas com os alunos e a direção foi excelente, porque tivemos uma participação muito boa dos pais e principalmente dos alunos, que após algumas atividades onde eles se colocaram no lugar dos professores, dos pais e da Prefeitura, conseguimos mostrar com mais clareza o real papel de cada um e hoje eles tem um novo olhar sobre tudo isso e assim o comportamento deles é outro”, disse a defensora pública Lídia Helena.

 

A secretária de Educação, Roseane Limoeiro, lembrou que esse projeto foi muito importante pra que eles saibam que tem direito sim, mas também tem deveres que devem ser cumpridos. “Agora nossos alunos sabem que podem contribuir para que a escola e o seu bairro melhore, mas o melhor é ver como a atitude deles com os seus companheiros e professores agora é outra. E é claro um agradecimento especial a doutora Lídia por nos presentear com um projeto como esse”.