Prefeitura inicia pavimentação da Agostinho Mônaco, na Nova Corumbá

As obras de pavimentação asfáltica da Rua Agostinho Mônaco, na Nova Corumbá, foram iniciadas pela Prefeitura de Corumbá e atende uma antiga reivindicação dos moradores daquela região que sofriam um drama constante, tanto no período de chuva, como também na estiagem.

 

A pavimentação será executada entre as ruas Marechal Floriano e Edu Rocha. No final da semana passada o prefeito Paulo Duarte visitou os moradores de todo o trecho que receberá a benfeitoria, para informar pessoalmente sobre o início dos serviços. Ele estava acompanhado da primeira dama e diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini, e do secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Gerson da Costa Melo.

 

“É um pedido antigo dos moradores e mais um compromisso que estamos cumprindo”, disse o prefeito. “Aqui, neste trecho entre a Marechal Floriano e a José Fragelli, a drenagem será apenas superficial. Não há necessidade de drenagem profunda e a pavimentação será mais rápida. Já entre a José Fragelli e Edu Rocha é preciso uma drenagem profunda e a pavimentação será feita após concluirmos este serviço que é necessário de grande importância para eliminar pontos de alagamentos nesta área mais baixa”, explicou o prefeito aos moradores.

 

O secretário Gerson da Costa Melo informou que a drenagem será executada no sentido Edu Rocha – José Fragelli. “Estamos concluindo uma drenagem da Luiz Feitosa até a Edu Rocha, que faz parte de um outro projeto. Agora, vamos dar continuidade a este serviço que é necessário antes de pavimentarmos este trecho”, disse.

 

Pavimentação

 Serviços de terraplanagem foram iniciados na manhã desta segunda (Foto: Renê Marcio Carneiro)


Para os moradores da Agostinho Mônaco, a drenagem e a pavimentação vão resolver problemas antigos. “É um sofrimento, tanto na chuva como durante a seca”, revelou Elisa Maria da Silva, proprietária de um comércio na esquina da Edu Rocha com a Agostinho Mônaco. Ela e o esposo Gilmar Ramos afirmam que, “tem dias que nem dá para abrir por causa da poeira”.

 

Eles residem há 22 anos no local. Antes montaram um salão de beleza que não deu certo justamente devido à poeira. “Tivemos que fechar. O açougue também. Além da poeira, quando chove, não tem como passar aqui. Vira um rio”, disse Elisa, mostrando fotos recentes feitas com o seu celular.

 

E é justamente para eliminar este problema que a Prefeitura, antes de pavimentar, vai executar a drenagem. Rejane Matos também citou este problema e disse que a água acaba invadindo também as residências existentes na rua. “Notícia boa que o senhor trouxe para nós”, disse ela, se dirigindo ao prefeito.

 

Simone Brandão Morais, residente entre a José Fragelli e Marechal Deodoro, também comemorou a notícia. Moradora no local há 10 anos, ela diz que agora vai ter como fazer a pintura de sua casa, já que a poeira será eliminada.

 

Conceição Souza Carvalho e José Marcelino são outros moradores que demonstraram satisfação com a notícia. “Era lama, poeira, estava difícil a situação aqui. Agora vai melhorar. O asfalto resolve nossos problemas”, resumiu Marcelino. “Vou até fazer uma foto agora e outra depois, para guardar o antes e o depois do asfalto”, concluiu. 

 

Pavimentação

Drenagem e pavimentação vão resolver problemas de inundações na via (Foto: Divulgação)