Fórum de Mulheres do Campo e Ribeirinhas chega ao assentamento Taquaral

Em sua quarta edição, o Fórum das Mulheres do Campo e Ribeirinhas está percorrendo várias localidades do município de Corumbá, levando os debates para junto do público-alvo do evento que, anteriormente, desloca-se até à cidade com a mesma finalidade.

 

Realizado pela Prefeitura Municipal de Corumbá, em parceria com a Secretaria Executiva do Fórum das Mulheres do Campo e Ribeirinhas, o evento já passou pelo distrito de Albuquerque, assentamentos Paiolzinho e Jatobazinho, chegando nesta quinta-feira, 12 de maio, ao assentamento Taquaral, onde a primeira-dama e diretora-presidente da Fuhpan (Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico), Maria Clara Scardini, esteve representando o prefeito Paulo Duarte.

 

“Estamos atravessando um momento econômico e político delicado. Por Corumbá ser um município de grandes extensões, algo que dificulta mais, porém mesmo assim, o prefeito Paulo Duarte tem mantido o olhar atento para as populações rurais, como fez desde o compromisso ainda assumido na campanha”, disse Scardini

 

Também presente à abertura do Fórum no Taquaral, a vice-prefeita, Márcia Rolon, não pode deixar também de lembrar do momento econômico e político, mas destacou que o papel da mulher na manutenção da vida e da família faz da figura feminina um elemento primordial em qualquer formação social.

 

“É a mulher que carrega em seu ventre por nove meses o homem – independente de gênero -, então temos muito poder sim e precisamos ter ciência e saber isso de forma positiva”, afirmou Rolon.

 

As mulheres do Taquaral tiveram orientações sobre saúde e contra violência doméstica, antes de partirem para as discussões da realidade e anseios do público feminino daquela região.

 

Paralelamente, também está sendo realizado um fórum voltado para as crianças e adolescentes que puderam assistir apresentações de teatro e participar de brincadeiras.

 

Na escola Monte Azul, que abrigou o Fórum, uma das salas recebeu os serviços de saúde como a aplicação de vacinas, inclusive a da campanha contra a gripe H1N1, além da realização de exames como o preventivo.

 

A coordenação do Fórum está a cargo da Gerência de Políticas para a Mulher que elabora o relatório final dos Encontros e encaminha as reivindicações para as autoridades competentes.

 

Participam da Secretaria Executiva: representantes das secretarias de Assistência Social e Cidadania, Saúde, Educação, Produção Rural, Fundação do Meio Ambiente, Marinha do Brasil, Embrapa, Agraer, Incra, Instituto Acaia e o Conselho dos Direitos da Mulher.

 

Pelo cronograma do Fórum, o próximo encontro acontece dia 09 de junho, em Porto da Manga.