Festa do Divino mantém tradição e faz parte da história de Albuquerque

A Festa do Divino foi encerrada no domingo, 15, com uma extensa programação no Distrito de Albuquerque que atraiu não só os moradores daquela localidade, mas de toda a região e também da área urbana de Corumbá. Um dos destaques foi a missa de Pentecoste, encerrando os 50 dias depois do Domingo de Páscoa, com a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo e sobre Maria, sua mãe.

 

Os festejos contaram com a presença do prefeito Paulo Duarte que estava acompanhado da vice-prefeita Marcia Rolon; do secretário de Governo, Márcio Cavasana, e do diretor-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Joílson Silva da Cruz, que participaram da Santa Missa na Capela do Divino, celebrada pelo padre Jacinto Ortiz e pelo bispo Dom Segismundo Martinez Alvarez, com participação do Coral Cidade Branca.

 

Paulo Duarte reforçou, na oportunidade, a necessidade de “manter viva as nossas tradições, e a Festa do Divino é uma delas. Faz parte da história de Albuquerque e região”, destacou, citando a necessidade do Poder Executivo estar sempre presente, apoiando realizações como esta.

 

“É importante a Prefeitura sempre apoiar festas como esta que, além de ser um evento religioso, e de muita devoção ao Divino, é uma festa que resgata as nossas tradições, as nossas raízes, coisas que hoje, em muitas cidades, estão acabando. Mas aqui, cada ano que passa, está se fortalecendo, não só a fé, mas também a cultura, as nossas tradições”, completou.

 

A celebração começou na sexta-feira, 13, quando os festeiros percorreram os assentamentos e fazendas da região, recolhendo óbolos e convidando as famílias para a comemoração.

 

Neste ano o Imperador da festa foi o senhor Nilton Mendes, que foi o responsável pela coordenação do evento. “Como eu nasci e fui criado em Albuquerque, participo da festa desde os 18 anos, ser o Imperador foi uma dádiva para mim. Afinal é uma jornada que foi realizada com muita fé e o povo nos ajuda sempre para realizar uma festa linda. E assim eu trabalhei muito em 2015, que foi um ano muito bom para mim, para que a festa fosse um sucesso”, disse o festeiro.

 

Da capela, os festeiros seguiram até a Escola Municipal Rural Luiz de Albuquerque, onde aconteceu uma apresentação das mães que fazem aula na extensão do projeto da Oficina de Dança. “A Prefeitura tem investido nessa festa que já é tradicional no Distrito Albuquerque. Isto é uma orientação do prefeito Paulo Duarte, principalmente por saber que este evento agrega para toda a comunidade que é devota do Divino Espírito Santo, e tem essa tradição de passar de família para família” disse Joilson, enaltecendo a apresentação das mães, a primeira dentro da programação da festividade.

 

A ADESA (Associação dos Festeiros e Amigos do Divino Espírito Santo de Albuquerque), responsável pela Festa do Divino Espírito Santo, logo após a missa, fez a escolha do Imperador e da Imperatriz 2017, que são Octacílio Pereira Mendes e Iranil de Carvalho Cunha. Eles serão os coordenadores da festividade do próximo ano.