Vice-prefeita se afasta da presidência da Fundação de Meio Ambiente

Em decisão conjunta com o prefeito de Corumbá, a vice-prefeita, Márcia Rolon deixa o cargo de diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal.A decisão foi tomada com vistas a dar continuidade ao projeto político alinhado desde 2012 quando Rolon integrou a chapa do então candidato a prefeito Paulo Duarte.

 

A saída de Márcia da Fundação de Meio Ambiente neste momento configura condição imposta pela legislação eleitoral, já que há a possibilidade da mesma voltar como candidata a vice-prefeita na campanha de reeleição do atual prefeito Paulo Duarte ou ainda como candidata a vereadora. Neste último caso, a legislação cobra o afastamento mínimo de 6 meses das funções de agente público como secretários ou diretores de autarquias.

 

Márcia Rolon, que também ocupou cargo de diretora-presidente da Fundação de Cultura na atual gestão, desfiliou-se do PV (Partido Verde) e passa a fazer parte, agora do PR (Partido da República), que integra a base política do prefeito Paulo Duarte.

 

“Para manter esse trabalho sempre pensando na cidade, é que tomamos essa decisão. Desde 2012, a gente vem tomando as decisões necessárias para manter projetos e ações que beneficiem os cidadãos e a cidade como um todo”, afirmou Márcia.

 

Para assumir o cargo deixado por Rolon, o prefeito nomeará o tenente Antônio Rondon da Silva que tem experiência de 29 anos atuando na Polícia Militar Ambiental, sobretudo na região de Corumbá, e que já havia vindo desenvolvendo trabalho dentro da Fundação de Meio Ambiente.