Parceira da Cidade Dom Bosco, Prefeitura participa de abraço simbólico

Se o abraço é um gesto de grande carinho, foi com ele que centenas de alunos e assistidos socialmente envolveram o quarteirão que compreende os prédios da escola e projetos sociais da Cidade Dom Bosco. Idealizada pelo padre salesiano Ernesto Sassida que faleceu em 2013, a obra está completando 55 anos de fundação em 2016.

 

O gesto reuniu também professores, coordenadores, funcionários da obra social e escola estadual, bem como voluntários e parceiros, a exemplo da Prefeitura Municipal de Corumbá, que foi representada pelo subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa, e pelo chefe de Gabinete, Lamartine de Figueiredo Costa.

 

“É um projeto deu certo e continua vivo, mesmo sem a presença física do padre Ernesto que, com certeza, continua aqui no meio de nós, abraçando conosco essa obra. O mínimo que podemos fazer é participar, trazer o apoio da administração pública para essa obra que salva tantas vidas e traz tantos benefícios a todos nós, lembrou Lamartine.

 

Uma prova concreta da parceria com a Prefeitura é o posto de saúde do bairro Dom Bosco, localizado no mesmo quarteirão da Cidade Dom Bosco. Construído na gestão do prefeito Paulo Duarte, o prédio faz atendimentos diários.

 

“Esse posto foi um sonho do padre Ernesto. Graças ao esforço do prefeito Paulo Duarte, pensando nas pessoas, nessa comunidade, trouxe o posto que está funcionado muito bem. Esse abraço podemos estender para a cidade inteira em homenagem ao padre Ernesto, esse grande homem, esse santo de nossos dias e tenho certeza que ele continua amparando todas essas ações”, avaliou.

 

A História de Amor continua

 

Coordenadora do projeto Adoção à Distância, Lindivalda Gonçalves dos Santos, foi uma das milhares de crianças atendidas pela Cidade Dom Bosco e avalia, como prova viva, o poder de transformação dessas ações sociais.

 

“É uma grande história de amor, por aqui já passaram mais de 20 mil crianças e a maioria delas, hoje, bem colocadas na sociedade. Padre Ernesto era um salesiano visionário, ele não transformou apenas o bairro, mas toda a cidade, então nossa gratidão a ele é imensa”, disse.

 

“Hoje sem a presença física do padre Ernesto, os salesianos estão nos dado total apoio ao trabalho, nos ajudando muito, nos orientando. A gente encontra aqui muito carinho e atenção, aqui nossas crianças são educadas com um diferencial: com amor”, falou ao comentar a dedicação e sensibilidade da Missão Salesiana em manter essa grande obra social em nossa cidade tal qual idealizou o padre Ernesto.

 

Sobre a continuidade dos trabalhos, Lindivalda pontuou a importância dos parceiros nos quais destacou a Prefeitura de Corumbá, porém ela também estendeu o convite a demais entidades, empresas e pessoas que queiram colaborar com as atividades que, atuamente, atende cerca de 2300 alunos na escola e 1200 nos três programas sociais: Crianças e Adolescentes Felizes, Adoção à Distância e Adolescente Aprendiz.

 

“Estamos recebendo um apoio muito grande da Prefeitura e suas secretarias, mas ainda precisamos de muito ajuda porque a Cidade Dom Bosco e muito grande. Temos buscado essa ajuda, hoje, com mais dificuldade por causa da crise, então com nossa criatividade estamos continuando nosso trabalho. Todos que queiram ajudar a Cidade Dom Bosco são bem-vindos, nossa casa tem as portas abertas, basta, quem é daqui da cidade vir diretamente à obra, ou quem é de fora pode entrar em contato pelo telefone 3232-4459 ou pela internet”, comunicou.

 

A programação comemorativa continua com uma noite cultural neste sábado, a partir das 19 horas, no pátio da escola Dom Bosco, onde haverá shows musicais e barracas comercializando comidas, doces e bebidas. No domingo, será celebrada uma missa, às 19 horas, na paróquia São João Bosco.