No Centro POP, produtos artesanais são destaques em Mostra de Arte

Produtos artesanais confeccionados por pessoas em situação de rua estão em exposição n esta sexta-feira, 08, na 1ª Mostra de Artes 2016  do Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua), mantido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

 

A exposição foi aberta às 08 horas e conta com peças artesanais confeccionadas com materiais recicláveis e naturais, como sementes de árvores e plantas nativas, produzidos manualmente pelos usuários dos serviços com foco na população de rua, participantes da Oficina de Artesanato no Centro.

 

A mostra acontece na sede do Centro POP, localizado na Rua Cuiabá, entre as ruas Quinze de Novembro e Sete de Setembro, e que oferece atendimento àquelas pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência. O projeto tem por finalidade assegurar atendimento e atividades direcionadas para o desenvolvimento de sociabilidade, na perspectiva do fortalecimento de vínculos interpessoais e/ou familiares que oportunizem a construção de novos projetos de vida.

 

A unidade realiza atendimento psicossocial, atendimento em grupos com AA (Alcoólicos Anônimos), Oficinas de Artesanato, Oficina de Redução de Danos, Atendimento Jurídico, encaminhamentos para qualificação profissional, encaminhamento para atendimento na saúde, encaminhamento ao acesso de documentação civil, além da abordagem social em vias públicas. A abordagem social caracteriza-se pela identificação, aproximação e acompanhamento dos indivíduos em situação de rua.

 

Em 2016, a equipe composta por Assistentes Sociais, Psicólogos e Educadores Sociais, está acompanhando 99 pessoas que se encontram em situação de rua. Destes 29 são casos novos, 50 são migrantes oriundos de diversas localidades nacionais e estrangeiros.

 

O Centro Pop já realizou 36 encontros na Oficina de Artesanato e 30 encontros na Oficina de Redução de Danos. Foram inseridos quatro novos usuários no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal, com um total de 18 Benefícios Eventuais ofertados.

 

Sete usuários encontram-se em acompanhamento após reinserção familiar e no mês de março, duas novas pessoas que se encontravam nessa condição, foram reinseridas no seio familiar. Além disso, foram realizadas 148 abordagens sociais durante o dia e noite, inclusive feriados e finais de semana. Somente este ano, nove pessoas saíram da condição de rua.       

 

A Mostra é aberta ao público para apreciação e aquisição dos materiais expostos. Foi aberta ás 09 horas e vai até às 15h30, na Rua Cuiabá, 1.252.