Nair Dobes é mais uma alameda que está sendo urbanizada pela Prefeitura

A longa espera pela pavimentação da Alameda Nair Dobes, no Bairro Popular Nova, está chegando ao fim. Lá, os moradores estão se sentindo aliviado com os serviços que a Prefeitura de Corumbá está executando. A via está sendo urbanizada e recebendo lajotas sextavadas, que vai transformar a vida de todos que residem no local.

 

A pavimentação da Nair Dobes faz parte de um programa lançado pelo prefeito Paulo Duarte que está permitindo urbanizar alamedas da cidade. A urbanização está sendo executada com recursos próprios do Município. A pavimentação está sendo executadas por 20 trabalhadores que estão participando do Programa de Garantia de Renda Mínima (PGRM), realizado pela Prefeitura em parceria com o Senai. Antes, o grupo urbanizou a Alameda Eriberto, no centro da cidade, com acesso à Avenida Barão do Rio Branco.

 

O início dessa obra foi anunciado dias atrás pelo prefeito Paulo Duarte, durante encontro com os moradores dessa alameda, bem como da Eliane Dobes, que receberá o mesmo benefício em seguida. “Mesmo com a crise econômica e com a queda na arrecadação municipal, estamos conseguindo fazer essas obras importantes para a população. Isso só é possível por causa do planejamento sério, rigoroso e, acima de tudo, com respeito aos recursos públicos”, disse o prefeito que já anunciou a pavimentação asfáltica do trecho da Edu Rocha, entre a Paraná e a Rio Grande do Sul.

 

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Gerson da Costa melo informa que além da pavimentação em lajotas sextavadas, a Prefeitura vai também implantar meio fio e micro drenagem para escoamento da água pluvial.

 

Para os moradores, a pavimentação da Nair Dobes é um sonho. José Alberto Vanderley Guimarães, morador no local há 22 anos, disse não conseguir “entender como esta obra demorou tanto tempo para ser executada”. Conforme ele, a pavimentação já deveria ter ocorrido a muitos anos atrás. Mas, está feliz em ver os trabalhadores pavimentando a via, em frente sua casa. É até parceiro do grupo, ajudando no que for preciso, inclusive fornecendo água potável, para minimizar o calor.

 

“Vai melhorar muito e também valorizar os nossos imóveis. A pavimentação vai acabar com o drama dos moradores daqui”, disse José Alberto, lembrando a lama que se formava em toda a via durante as chuvas.

 

Quem também está confiante em um futuro melhor é Érica Rosa da Silva. “Deus me livre. Aqui era muito ruim. Quando chovia, não dava para andar na rua, muita lama. Eu tinha que sair por um caminho que existe nos fundos de casa, para levar meu filho para a escola. Além disso, a água invadia a casa de minha vizinha e chegava aqui”, revelou. “Aqui ficava intransitável, mas o nosso sofrimento vai acabar com a pavimentação que está sendo feita”, completou.