Curso de Panificação e Confeitaria mostra garra e vontade de mudança de recém-formados

O certificado nas mãos da jovem Crislaine, de 17 anos, é o documento que atesta mais do que a conclusão de um curso. É o documento que prova a garra da garota que, durante 3 meses, enfrentou a distância entre a zona rural e a urbana de Corumbá para frequentar as aulas do curso de Panificação, Salgados e Confeitaria oferecido gratuitamente pelo Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco (CQTDB), unidade administrativa vinculada à Prefeitura Municipal de Corumbá, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

 

Moradora do assentamento Taquaral, a jovem contou que, em muitas das vezes, fez o percurso a pé de sua casa até a sede do Centro de Qualificação, mesmo que para isso, ela tivesse que sair às 10 horas da manhã para chegar no horário de início das aulas que era às 15 horas.

 

“Nem sempre tinha o dinheiro para pegar o ônibus. Quando podia, meu pai trazia  na moto, porém teve muitos dias que foi a pé mesmo”, conta Crislaine que resolveu fazer o curso para aprender a ter intimidade com a cozinha.

 

“Esse certificado é meu orgulho. Eu pretendo fazer o que aprendi aqui para vender no próprio assentamento porque, diferente da cidade, lá é difícil ter essas coisas. Quero levar as novidades para lá”, confidenciou.

 

Já para Ângela Maria Flores da Silva, o curso já trouxe uma mudança de vida antes mesmo de ser concluída. Ela, que atuava como doméstica durante 8 horas diárias, agora faz e vende salgados e bolos. O capricho que a ex-doméstica aplica quando prepara as delícias fez com que ela caísse no gosto de uma clientela fiel que já possibilitou a ela comprar vários equipamentos de cozinha para sua produção.

 

“Já comprei balança e outros equipamentos, mas este mês, eu vou investir num forno novo”, contou Ângela Maria que, agora, apesar do volume de encomendas, tem mais tempo para ficar perto dos três filhos que ainda moram com ela.

 

O padre Waldomiro Bronakowshi, diretor do polo Corumbá da Missão Salesiana Mato Grosso/Mato Grosso do Sul, lembrou as comemorações dos 55 anos da Cidade Dom Bosco, obra social que ganhou dimensões e já mudou a vida de milhares de pessoas e atualmente conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Corumbá.

 

“São 55 anos do projeto Dom Bosco, e essa casa que faz parte do projeto do nosso grande sonhador PadreErnesto. Capacitação profissional, hoje em dia, fala alto. A gente tem que se profissionalizar, aprender a todo tempo. Parabéns a Prefeitura que está incentivando esses cursos”, disse o Bronakowshi.

 

O prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, ajudou a fazer a entrega de certificado de conclusão do curso que formou novos 33 panificadores na cidade. Ele ressaltou que o curso entrega ao final muito mais do que um documento que atesta sua conclusão.

 

“Nosso objetivo não é apenas possibilitar esses cursos, mas gerar emprego e renda para as pessoas, principalmente, hoje em dia, então temos que dar oportunidades às pessoas. Fico feliz com o que tenho visto aqui no Centro de Qualificação Dom Bosco nessa parceria sólida, acreditamos no trabalho dos os salesianos vem fazendo aqui em Corumbá. A gente quer fortalecer cada vez mais essa parceria que está dando resultado”, afirmou o chefe do Executivo que reafirmou o discurso de parceria se comprometendo a novas ações.

 

“Já me comprometi com o padre Waldomiro, embora não seja da responsabilidade do Município, em firmar um convênio para recuperar o Ginásio da Cidade Dom Bosco e quem saber, depois, pensar no teatro, que está necessitando bastante de intervenções”, disse.

 

Os cursos do Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco são gratuitos e voltados para as pessoas beneficiárias dos programas sociais da Prefeitura Municipal de Corumbá e do Governo Federal. Ele fica localizado na Rua Treze de Junho, 2660,  bairro Dom Bosco, telefone 3907-5322.