Após workshop de dança de rua, Juventude na Praça é atração no Porto Geral

O projeto Juventude na Praça trouxe uma novidade para esta edição que acontece neste domingo, 24 de abril, na concha acústica do Porto Geral. Foi a realização no sábado, 23, de um workshop de dança de rua com instrutores de Campo Grande, da Argentina, de Santa Cruz e da Austrália.

 

O programa foi realizado na sede da Oficina de Dança do Pantanal e reuniu cerca de 150 jovens. De acordo com o gerente de Políticas para a Juventude, Jonathan Franca, a ideia foi fazer um Juventude na Praça diferente, aproveitando a realização do campeonato de B-boys que integra a programação deste domingo.

 

“Durante esses três anos da administração do prefeito Paulo Duarte, sempre buscamos agregar valores no Juventude na Praça. Agora, nada mais justo que aproveitar o campeonato de B-boys, e fazer com que eles tivessem esse momento de integração com visitantes de outras cidades do Estado, da América do Sul e da Austrália. Então nada mais justo esta confraternização, esta troca de idéias”, observou.

 

O evento tem parceria da Fundação de Cultura que sempre busca apoiar eventos que tem vertentes culturais. “Qualquer vertente da cultura é importantíssimo. Essa é uma vertente que além de valorizar o trabalho dos B-boys que trabalham com vários estilos de dança. Sempre é bom apoiar, incentivar e investir, porque traz um grande retorno para a sociedade, porque só através da cultura que a gente vai ter um país melhor. Valorizando essa cultura de rua, vamos agregar mais jovens dentro do segmento da dança”, disse Joilson Cruz, diretor-presidente da Fundação de Cultura.

 

O workshop foi organizado com o apoio dos jovens do Killa King, que participam do movimento de B-boys que acontecem no estado e fora do país. “Nas competições que eu e meu irmão participamos, acabamos conhecendo várias pessoas e ficamos amigos dos B-boys da Argentina e da Austrália que hoje participam dos nossos workshops e vão ser jurados da competição de B-boys”, explicou Victor Gonzaga Pereira.

 

No local do evento também foi montado um stand da grife Bang King, um casal de apreciadores do movimento. “Meu marido participa das disputas de B-boys e quando moramos em São Paulo, tivemos um contato maior com as grifes destinadas a essa modalidade. Então resolvemos começar a trabalhar com isso, já que estávamos sempre presente nesse meio”, disse Patrícia Maecawa.

 

O sub-secretario de Assistência Social e Cidadania, Nilo Correa, lembrou que desde que o prefeito Paulo Duarte assumiu pediu que “procurássemos localizar as diversas manifestações da juventude corumbaense e foi assim que juntamos a dança de rua, os B-boys, o grafite, o skate e ainda a turma do patins. E teremos tudo isso nesse evento do domingo, buscando uma interação entre as cidades e os países. Será um momento de trocas e de unidades”.

 

A primeira edição de 2016 do projeto Juventude na Praça, acontece neste domingo, 24, às 16h, na Arena do Porto Geral. O evento é uma realização da Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, sob coordenação da Gerência de Políticas para a Juventude e com o apoio da Fundação de Cultura.