Trabalho conjunto vai sistematizar e otimizar apoio às famílias ribeirinhas

O comandante do 6º Distrito Naval, contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, classificou a assinatura do Termo de Cooperação entre a Prefeitura de Corumbá e a Marinha do Brasil, realizada nesta quinta-feira, 3 de março, como um momento histórico para as duas instituições.  

 

“O dia de hoje se reveste em um momento muito especial, essa assinatura desse acordo, porque ele tem um fato inédito. A Marinha adquiriu esse navio em 2009. E quando ele foi adquirido, foi para cumprir dois objetivos muitos claros: o primeiro apoiar a nossa ação puramente militar, que temos que realizar todo ano em qualquer região onde tenha rios, que chamamos de operação ribeirinha”, explicou.

 

“O segundo grande objetivo que a Marinha tem muito claramente, é contribuir sempre para o apoio, o cuidado de nossa gente brasileira, no caso aqui de nossa gente pantaneira. E esse segundo objetivo, ele é muito visível à sociedade de um modo geral. Por isso nós, nos últimos seis anos, procuramos fazer cooperação com os poderes instituídos”, continuou.

 

O contra-almirante reforçou ainda a necessidade de sistematizar e organizar melhor o apoio à população ribeirinha do Pantanal. “Nós sentimos essa necessidade, então quando esse navio que viaja, e viaja bem, chega a uma determinada localidade, muitas vezes aqui nesse município de Corumbá, o Povo das Águas tinha acabado de passar. Ou ao contrário, quando o Povo das Águas chega, nos acabamos de sair dali”, descreveu.

 

“Isso não é uma atitude inteligente. Não estamos sistematizando e otimizando o apoio e nem otimizando os recursos públicos. É por isso que nós, normalmente, procuramos efetuar e assinar termos de cooperação com qualquer instituição que esteja à disposição de ajudar socialmente a população ribeirinha”, continuou o comandante do 6º Distrito Naval.

 

E foi a sistematização e a consequente melhora no serviço prestado às comunidades isoladas do Pantanal que motivaram a assinatura do convênio. “Com relação a esse acordo assinado nesse momento, como eu falei no inicio, ele traz um ineditismo para nossa região. Esse ineditismo é uma parceria extremamente concreta entre o comando do 6º Distrito e a prefeitura de Corumbá porque há transferência de recursos financeiros”, detalhou.

 

De acordo com o comandante, a transparência da Administração municipal foi fundamental para a formalização da parceria. “Essa é a primeira vez que a gente consegue fazer, e para isso, naturalmente, nós contamos com a visão empresarial e as boas práticas de como se trata os recursos públicos, hoje executada pelo Governo do município. Isso foi uma tranquilidade muito grande que me deu e gostaria de deixar bem claro aqui nossos agradecimentos por essa visão estratégica que o prefeito Paulo teve e tem, juntamente com sua equipe”, destacou.

 

“Para ficar bem claro, esse acordo é muito simples, inteligente, novo, inédito e está completamente amparado dentro das entidades jurídicas que tiveram a responsabilidade de analisar esse acordo. Esse recurso financeiro que será dado como contrapartida ao Comando do 6º Distrito Naval, será integralmente empregado no navio e no Hospital Naval. Isso faz parte do acordo”, esclareceu o contra-almirante Petronio.

 

“Esse é um dia muito especial para nós da Marinha, pois estamos realmente conseguindo sistematizar e otimizar o apoio à população ribeirinha do município usando a experiência muito grande de toda equipe do Povo das Águas e também conseguindo dar um passo importante, num momento atual pelo qual nosso País passa, de ter uma parceria concreta entre um Poder Executivo municipal e a Marinha do Brasil”, concluiu o comandante do 6º Distrito Naval.