Prefeitura investe R$ 4 milhões e climatiza todas as escolas da área urbana

O prefeito Paulo Duarte entregou no final da tarde de ontem, 23 de março, o sistema de climatização da Escola Municipal Professor Djalma de Sampaio Brasil e do Centro de Educação Infantil Serv-Carmo, no Bairro Aeroporto. O ato marcou o fechamento da etapa do projeto Bons Ventos em estabelecimentos da Rede Municipal de Ensino (Reme) localizados na área urbana e, agora, o Poder Executivo se prepara para concluir o mesmo benefício em escolas da zona rural.

 

A climatização das salas de aulas dos estabelecimentos de ensino da Reme foi iniciada em 2013 e contou com recursos estritamente do Município, oriundos de impostos que a população paga como IPTU e ISS. “Foi muito difícil chegar aqui com 100 por cento das escolas da área urbana climatizadas. Apesar de toda a crise, não só econômica, mas também política, e sem recursos federais, só com recursos próprios do Município, levar este benefício para 362 salas de aula, beneficiando 14,6 mil crianças”, comentou o prefeito.

 

“São mais de R$ 4 milhões investidos no projeto. Estamos encerrando uma etapa importante para, a partir de agora, pensar somente nas escolas da zona rural. Fizemos isso em respeito a estas crianças, aos professores, aos trabalhadores da área da educação”, lembrou. “Quando se tem dinheiro, recursos vindos do Governo Federal, é fácil fazer. Mas só com recursos próprios, as dificuldades são imensas, mas as dificuldades estão sendo vencidas”, continuou.

 

Para o chefe do executivo corumbaense, o projeto Bons Ventos foi uma conquista do setor educacional. “Hoje, não temos mais nenhuma escola da área urbana sem ar condicionado”, lembrou o prefeito enquanto conversava com toda a equipe da escola e do centro de educação, com os pais e alunos no pátio coberto, sob um forte calor.

 

“Imaginem uma criança dentro de uma sala de aula sem ar condicionado com esse calor que faz aqui. Agradecemos a Deus por nos dar força, coragem e determinação para fazer isto. Vamos seguir em frente e continuar fazendo aquilo que precisa ser feito”, completou, lembrando uma série de benefícios colocados à disposição da população como a UPA 24 Horas do Guató; as novas unidades de saúde construídas e as unidades reformadas; a nova empresa de transporte coletivo com seus 25 novos ônibus circulando pela cidade; as praças de esportes, lazer e cultura; benefícios no setor de infraestrutura; unidades habitacionais, entre outros.

 

Nem ventilador

 

Presente ao ato, o vereador Tadeu Vieira, presidente da Câmara de Corumbá, lembrou que, na época de estudante, não teve a felicidade de ter em sala de aula, nem ventilador. Para ele, o momento vivido nesta quarta-feira à tarde, foi especial, de “satisfação imensa pelo fato de vermos hoje, os país alegres, satisfeitos, em ver seus filhos estudando em uma sala de aula com ar condicionado”.

 

Vieira citou que, devido ao clima de Corumbá, se torna impossível uma pessoa se concentrar totalmente, e que a prefeitura está proporcionando algo importante. “Estudar em uma sala climatizada melhora as condições de trabalho dos professores, melhora o aprendizado das nossas crianças. São benefícios que já poderiam ter sido feitos, mas ninguém fez isso antes. Agora, apesar de todas as dificuldades e com recursos próprios, a Prefeitura está fazendo. Isto mostra que o dinheiro público está sendo muito bem aplicado, não só na educação, mas na saúde, na infraestrutura da cidade e em outras áreas”, concluiu.