Grávida aos 44 anos, mãe inicia pré-natal no Centro de Saúde da Mulher

Para quem achou que já estava entrando em um ciclo de encerramento, a visita ao Centro de Saúde da Mulher significou a continuidade da vida. “Estava achando que já era menopausa as alterações que vinha sentindo e fui procurar consulta no posto médico do meu bairro, o Aeroporto. Chegando lá passei pó um exame rápido e descobri que estava grávida”, disse Marcinéia Brites Garcia aos 44 anos de idade.

 

Mãe de 4 filhos, Marcinéia iniciou nesta quarta-feira, 09 de março, a série de exames pré-natais, mesma data quando o Centro de Saúde preparou um dia todo especial em comemoração ao mês da mulheres. Marcinéia foi recebida com um farto café da manhã e ainda passou por uma sessão de maquiagem.

 

“Mesmo não aguardando por essa gestação, ela nos deixou muito feliz”, comentou Marcinéia cuja filha mais velha tem 25 anos de idade e a caçula 12. Sempre com muita alegria de viver, ela é uma das alunas do projeto “Como nossos filhos”, que oferece aulas de dança para adultos na Oficina de Dança, projeto também mantido pela Prefeitura Municipal de Corumbá, por meio da Fundação de Cultura.

 

“O médico me liberando vou voltar a dançar dentro do meu limite. Ainda não fui às aulas esse ano e tenho certeza que minhas amigas vão ficar felizes quando souberem”, disse Marcinéia que deve ter um cuidado redobrado durante sua gestação devido à idade.

 

Ela é uma das pacientes que, diariamente, o Centro de Saúde da Mulher atende com consultas e exames, além do apoio de psicólogas e assistente social. Para se ter uma ideia do atendimento prestado no local, somente de ultrassonografia são realizados cerca de 900 exames ao mês.

 

Devido a esse grande volume de atendimento é que Prefeitura Municipal está realizando uma obra de melhoria no espaço físico do Centro onde se computa uma média mensal de mais de 1900 atendimentos entre consultas e exames: ginecologia, ultrassonografia, mamografia e recoleta de triagem pré-natal e neonatal (teste do pezinho alterado). “Estamos imbuídos de fazer o melhor e por isso esse espaço vai ser transformado tornando-se mais acolhedor, o que será um ganho não apenas para a população, mas também para quem aqui trabalha”, falou a secretária de Saúde de Corumbá, Dinaci Ranzi.

 

A coordenadora do Centro de Saúde da Mulher, Caroline Monteiro Acuellar, explicou que a obra no espaço físico refletirá essa nova mentalidade implantada no atendimento à população. “A gente precisa atender as pessoas num espaço adequado. Chega daquele tempo que se falava que o servidor público ia atender a população de qualquer jeito. A gente quer fazer a diferença e esse é o perfil de toda equipe daqui”, afirmou.

 

Investimento contínuo


O prefeito Paulo Duarte lembrou que a Saúde foi uma das áreas com maior investimento dos cofres municipais e que nem por isso os investimentos diminuirão no setor. Ao contrário, a Administração vem ampliando o acesso da população aos serviços, seja com novas unidades ou equipando e melhorando a estrutura tanto física como de pessoal das já em funcionamento.

 

“Se tem uma área que a gente conseguiu avançar, e isso não significa resolver todos os problemas, mas melhoramos no atendimento à pessoa, em mais profissionais, foi a saúde. Tem muita coisa para ser feito em Corumbá nesse setor, que é algo diferente do restante do país, porque ao falarmos a verdade, lembramos que atendemos Ladário e Bolívia. O trabalho da saúde aqui é muito mais complexo por estar numa região de fronteira”, disse o chefe do Executivo ao relacionar a posição de destaque que o município pantaneiro ocupa dentro da conurbação entre Brasil e Bolívia.

 

Nova estrutura


Hoje, o Centro de Saúde da Mulher é dotado de uma recepção, sala de espera, seis consultórios médicos, um consultório odontológico, duas salas de ultrassom, sala de enfermagem, sala de serviço social, consultório de psicologia, sala de esterilização de material, três banheiros e cozinha.

 

Com a reforma e ampliação passará a contar com uma sala de mamografia (com o aparelho que está na Santa Casa), um auditório, recepção ampliada, banheiro para cadeirantes, reforma dos banheiros existentes, aumento das salas de consultas, criação do escovódromo, nova sala odontologia, nova sala ultrassonografia.

 

Além disso, o piso será substituído, bem como a cobertura, criação de expurgo, criação de sala de esterilização, construção de nova cozinha, banheiros para funcionários, troca das já elas e pintura geral do prédio.