Corumbá encerra semana da Mulher com entrega de premiação e seresta

Pelo terceiro ano consecutivo, o Prêmio Mulher Helô Urt entregou a cinco personalidades o reconhecimento pelo trabalho realizado em prol da sociedade corumbaense nos segmentos onde Heloísa Helena da Costa Urt atuou ao longo de sua vida.

 

Professora, ativista cultural e do meio ambiente, Helô atuou também na política e em questões que envolviam a cidadania. Por isso, em 2013, por meio da Lei Municipal 2.327, o prefeito Paulo Duarte sancionou o texto que criou a premiação.

 

Desde então, na semana quando comemora-se do Dia Internacional da Mulher, Corumbá homenageia pessoas que se destacam nas lutas de causas que Helô tanto defendeu.

 

“A querida Helô tem uma história que vai focar pra sempre em Corumbá e essa é mais uma forma de eternizar a memória dela com esse prêmio que foi criado em nossa administração. Esse prêmio é entregue para mulheres e também homens que se destacam em segmentos que sempre a Helô militou então a cada edição desse prêmio é uma forma simples, mas muito sincera de homenagear e agradecer sempre tudo o que Helô fez por Corumbá”, disse o prefeito Paulo Duarte.

 

A entrega da premiação aconteceu durante mais edição da Noite da Seresta, evento também implantado pela saudosa Helô Urt, quando ainda desempenhava o cardo de diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá.

 

Os agraciados com a premiação são escolhidos dentro de indicações que partem dos Conselhos Municipais de Defesa de Direitos e de Políticas Públicas e eleitos por uma comissão julgadora formada por integrantes dos Poderes Executivos e Legislativo Municipais, da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Conselho de Direitos da Mulher, Conselho Regional de Missionários Evangélicos e da Diocese de Santa Cruz de Corumbá.

 

Na categoria Cultura, a atriz a produtora cultura Bianca Machado foi a premiada, porém, por motivos de viagem, quem recebeu o prêmio das mãos do filho de Helô, Eduardo Urt, foi a fotógrafa e produtora, Andri Rodrigues.

 

A escolhida na categoria Meio Ambiente foi a artesã Odelta Marisa Lopes pelo seu trabalho com materiais recicláveis dentro do projeto ALMA desenvolvido dentro do Estabelecimento Penal Feminino.

 

“É muito emocionante receber esse prêmio depois de 26 anos de Corumbá trabalhando quase sempre como reciclagem. O projeto ALMA entrou na minha alma porque significa Arte, Lixo e Meio Ambiente sendo que tudo isso tinha muito a ver comigo. Esse prêmio também significa minha despedida, pois estou deixando Corumbá, mas leva a cidade e Helô no coração. Muito obrigada!”, disse a artesã.

 

Pelo trabalho desenvolvido à frente da CRIPAM (Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Muller), a senhora Luisa Maria Correa Martins foi eleita a personalidade de 2015. Ela foi representada por Maria Angélica Correa Calábria que recebeu o prêmio das mãos da vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente, Márcia Rolon.

 

Na categoria Sensibilidade de Gênero, o agraciado foi o juiz titular da 2ª Vara Criminal, Deivys Ecco. O magistrado é responsável por atender os casos de violência doméstica que chegam à Justiça. O secretário de Governo, Márcio Cavasana, entregou ao juiz o prêmio que também reconheceu a importância de Ecco na realização da Semana Maria da Penha que visa diminuir as desigualdades de gênero em nosso município.

 

Com uma história onde destaca-se sua forte atuação política, sendo a única mulher a presidir a Câmara Municipal de Corumbá, a professora Terezinha Baruki foi o nome escolhido para a categoria Personalidade. Por motivos de viagem, ela foi representada pela assistente social e tutora na Unopar/Pólo Corumbá, Milayne Vieira, que recebeu os prêmios pelas mãos do prefeito Paulo Duarte.

 

Depois da premiação, a Seresta em homenagem ao Dia Internacional da Mulher seguiu com as apresentações da cantora Elizeth e da Banda Styllus.