Saúde vistoria imóveis fechados no centro e encontra focos do Aedes aegypti

Imóveis fechados localizados na região central de Corumbá está sendo vistoriados pelas equipes da Secretaria de Saúde da Prefeitura, como parte das ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Na manhã desta quinta-feira, 18, dois prédios foram fiscalizados e encontrados focos do mosquito.

 

A ação faz parte da campanha de prevenção e combate ao Aedes e está sendo executada pelas equipes da Coordenação de Controle de Vetores (CCV), com apoio de fiscais da Vigilância Sanitária, de um chaveiro, e também de imobiliárias da cidade.

 

O primeiro prédio visitado foi da empresa de telefonia Oi, na Rua Dom Aquino. Com apoio de um chaveiro, as equipes vistoriaram todas as dependências, inclusive lajes, mas foi no pátio, na entrada do imóvel, onde os agentes encontraram foco.

 

Segundo Nathália Rojas, responsável pela equipe, o local onde foram encontradas larvas do Aedes, foi visualizado do andar superior do prédio. Várias larvas foram encontradas nas amostras de água retirada da caixa de água servida. O primeiro passo foi aplicar larvicida para eliminar as larvas.

 

A segunda visita ocorreu no prédio onde funcionava a Caixa Econômica Federal. A vistoria teve apoio da imobiliária responsável pelo imóvel. “Está tudo limpo. No entanto, em um ralo existente no segundo andar, havia água, talvez da própria limpeza que foi feita, e lá encontramos focos do Aedes”, disse Nathália.

 

Nos dois casos, a equipe da Vigilância Sanitária notificou os responsáveis que terão um prazo de cinco dias para eliminar os problemas. Na Caixa, por exemplo, a equipe da imobiliária já se comprometeu em vedar o ralo, eliminando um ponto de procriação do mosquito.

 

A ação terá continuidade na cidade. Nesta quinta, outro prédio que será visitado, é o antigo Grande Hotel, na Frei Mariano com a Dom Aquino. “Temos um cronograma a seguir. Iniciamos este trabalho com apoio de chaveiro no mês passado e vamos visitar os imóveis fechados, para eliminar focos do mosquito”, ressaltou Nathalia Rojas.