Prefeitura trabalha para reparar transtornos provocados pela chuva e ventania

Desde as primeiras horas do dia, equipes da Prefeitura de Corumbá estão trabalhando em diversos pontos da cidade para solucionar os transtornos provocados pela forte ventania e a chuva que atingiram a região nesta sexta-feira. Segundo o Destacamento de Controle do Espaço Aéreo do Aeroporto Internacional de Corumbá, os ventos chegaram a 90 quilômetros por hora, as 6h34 da manhã.

 

Diversas árvores caíram com a força das rajadas. Uma estimativa inicial apontou que são pelo menos três quedas por quadra. Estão sendo removidas, inicialmente, as que estão impedindo o fluxo de veículos e pedestres nas vias de maior trânsito. A ação deve continuar durante todo o dia.

 

Homens da Defesa Civil também estão atuando nos pontos onde houve alagamento e destelhamento de residências. A chuva, de acordo com as Plataformas de Coleta de Dados Ambientais (PCD’s) instaladas nas escolas municipais Almirante Tamandaré e Luiz Feitosa Rodrigues, foi de 60 milímetros.

 

Instalados em abril de 2015, os PCD’s são integrados diretamente com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação que tem por objetivo desenvolver, testar e implementar um sistema de previsão de ocorrência de desastres naturais em áreas suscetíveis de todo o Brasil.

 

Ainda de acordo com a Gerência de Defesa Civil de Corumbá, nenhum alerta de chuva forte ou ventania havia sido emitido para Corumbá nessa quinta-feira, o que dificultou a realização de possíveis ações preventivas. O telefone para contato com o órgão municipal é o 3232-6422. As pessoas afetadas pelo fenômeno natural também podem entrar em contato com os Bombeiros pelo telefone 193.

 

Energia

 

O temporal ainda causou a interrupção no abastecimento de energia. De acordo com a Fundação Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Corumbá (Procon), pelo menos 7 mil famílias ficaram sem luz elétrica desde a madrugada. A Energisa está com várias equipes atuando em todos os bairros para resolver essa situação.

 

Segundo a concessionária, três pontos estão sendo atendidos prioritariamente. Cada um deles atende entre duas e três mil residências. Equipes menores estão atuando casos isolados, onde uma ou duas casas tiveram o fornecimento interrompido. A maior dificuldade é a retirada dessas árvores, uma vez que a maioria foi arrancada do chão totalmente, desde a raiz.

 

CPD’s

 

O pluviômetro é um aparelho meteorológico usado para recolher e medir, em milímetros, a quantidade de chuva precipitada durante um determinado tempo e local. Os equipamentos foram instalados pelo CEMADEN na Escola Municipal Professor Luiz Feitosa Rodrigues e na Escola Municipal Almirante Tamandaré, os quais enviam os dados de forma automática e não necessitam de energia elétrica para funcionar.

 

Qualquer pessoa com acesso a internet pode acompanhar os dados colhidos em Corumbá. O processo é simples: acessar o site www.cemaden.gov.br e clicar no ícone “Produtos do CEMADEN”. Já na página do Mapa Interativo da Rede Observacional para Monitoramento de Riscos de Desastres Naturais buscar a janela “Estações” e depois em “Pluviômetros Automáticos”, e, em seguida, selecionar o Estado e o Município.