Com apoio da PM, blitzes fiscalizam transporte irregular em motocicletas

A Fiscalização de Trânsito da Agência Municipal de Trânsito e Transporte de Corumbá (Agetrat), em parceria com o 6º Batalhão de Polícia Militar, continuam as atividades de combate ao transporte clandestino na cidade. A agenda de blitz e fiscalização em pontos de moto-táxi clandestino continua.

 

Na tarde da última quarta-feira, 24, em cumprimento a agenda de blitz e fiscalizações conjuntas, as equipes policiais e de agentes visitaram três pontos clandestinos. Devido à chuva, não havia motociclistas em dois dos pontos. Em uma das abordagens na rua XV de Novembro esquina com a Treze de Junho, dois motociclistas foram abordados e tiveram suas documentações checadas nos sistemas da Polícia Militar e da Agência de Trânsito do município.

 

A operação de combate a mototaxistas clandestinos tem como base as denúncias de que muitos destes profissionais não trabalham com a documentação exigida, não possuem os itens de segurança mínimos para prover a segurança do cliente e em alguns casos, pontos de apoio a clandestinos são usados como pontos de apoio para outros delitos.

 

O diretor-presidente da Agetrat, Alexandre do Carmo T. Vasconcellos, informa que as ações em conjunto com a Polícia Militar serão frequentes durante todo o ano e que os agentes da autoridade de trânsito farão o que for possível dentro da lei para combater este tipo de infração de trânsito.

 

Hoje, Corumbá possui em torno de 140 mototaxistas autorizados que atuam no município. Ressalta-se que recentemente a Prefeitura Municipal de Corumbá abriu concurso para preenchimento de mais 220 vagas para aqueles motociclistas que tinham interesse de trabalhar de forma regularizada na profissão.

 

Na planilha estatística da Fiscalização de Trânsito da Agência Municipal de Trânsito e Transporte tem cadastrada mais de 1000 (mil) veículos e condutores abordados para averiguação de documentação nos últimos anos, todas abordagens ligadas ao transporte irregular de passageiros.