Corumbá reforça parcerias para ações voltadas à saúde da população

A Prefeitura de Corumbá está estabelecendo uma ampla parceria com os mais diferentes segmentos da sociedade, visando desenvolvimento de ações de prevenção e combate a doenças como a dengue, chikungunya, zika vírus, leishmaniose, gripe H1N1 e a raiva. A ideia é fazer com que toda a população esteja engajada na luta, de forma consciente, visando a eliminação de focos dessas doenças.

 

O trabalho está sendo desenvolvido pela Secretaria de Saúde por meio de um contato direto com representantes de diferentes segmentos. “Já temos parceiros como a Marinha do Brasil, o Exército, setores que estão contribuindo de maneira importante, atuando nos serviços de eliminação de focos e combate ao Aedes aegypti e também ao palha, mosquitos transmissores da dengue, chikungunya, zika vírus e da leishmaniose”, ressalta a secretaria da pasta, Dinaci Ranzi.

 

“Estamos também buscando outros parceiros que são importantes no trabalho de conscientização, como os representantes dos segmentos religiosos, associações de moradores, clubes de serviços e outros setores da sociedade. O objetivo é ter toda a população consciente, lutando contra estas doenças, limpando seus imóveis, não deixando que o mosquito prolifere”, enfatizou.

 

Nestes últimos dias a secretária e sua equipe se reuniram com representantes da igreja católica e a resposta foi imediata. “Tanto o bispo Dom Martinez, como o padre Paschoal Florin, foram receptivos e estão junto com a Prefeitura e com Corumbá nesta campanha de conscientização da população”, revelou, para enaltecer também o apoio dos demais segmentos religiosos. 

 

Conforme a secretária, estão juntos nesta intensa campanha, as igrejas batista, adventista e evangélica, “que abriram as portas para um trabalho mais intenso. Todos são fundamentais para orientar e conscientizar os moradores de Corumbá sobre a importância dessas ações de prevenção, para evitar que tenhamos uma epidemia, como já acontece em muitas cidades brasileiras”.

 

A Igreja Batista, por exemplo, tem cedido suas instalações, inclusive com equipamentos, para reuniões, capacitações e outros eventos com foco nas ações de prevenção e combate a doenças. Já a Universal do Reino de Deus tem participado de mutirões, como no último sábado, quando disponibilizou 48 voluntários para um trabalho no Bairro Cristo Redentor.

 

Outros parceiros da Prefeitura, conforme Dinaci, são as grandes empresas da cidade, entre elas os supermercados, que estão apoiando as ações. “Vamos continuar desenvolvendo o trabalho de campo e buscando mais parceiros. Amanhã, por exemplo, vamos nos reunir com presidentes de associações de moradores e lideranças de bairros para tratar deste assunto e ter eles também como parceiros”, informou.

 

Dinaci observa que as ações não se resumem apenas ao combate da dengue, chikungunya, zika vírus e à leishmaniose. “Temos que nos preocupar também como outras doenças, como a raiva, a gripe H1N1, entre outras. O trabalho tem que ser de forma abrangente, buscando eliminar os focos de mosquitos que transmitem essas doenças, como também prevenindo outras”, explicou.

 

Treinamento

 

Além dos entendimentos com os mais diferentes segmentos, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, está capacitando 90 militares do Exército Brasileiro, servidores da Sanesul e demais parceiros, como foco na prevenção e combate a estas doenças.

 

A capacitação acontece no quartel do 17º Batalhão de Fronteira e o objetivo é fazer com que todos sejam multiplicadores nas ações de prevenção no controle da dengue, febre do chikungunya e zika vírus, seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, visando evitar a ocorrência de uma epidemia no município.

 

A realização é da própria Secretaria Municipal de Saúde, e terá duração de 20 horas, com abordagem em assuntos relacionados à biologia do vetor transmissor dessas doenças, o Aedes aegypti, e seu controle. O curso vai até o dia 21, quinta-feira.