Sonho antigo, Poliesportivo vai atender estudantes e comunidade do Cristo

Sonho antigo da comunidade do bairro Cristo Redentor, a Quadra Poliesportiva José de Souza Damy foi inaugurada pelo prefeito Paulo Duarte na noite dessa quinta-feira, 17 de dezembro.

 

O local, construído em parceria com o Governo Federal, via Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), será utilizado pelos alunos da Escola Municipal José de Souza Damy e será aberto também aos todos moradores da região, por meio de uma gestão compartilhada.

 

“Essa é uma obra marcante e que tem um significado muito especial, principalmente para as pessoas que vivem aqui e acompanharam de perto todo o histórico dessa construção. Foram muitos anos de paralização desde o início das obras. Em janeiro de 2013 ainda tinha uma placa aqui afirmando que a entrega aconteceria em 2011. Isso acabou deixando os moradores descrestes”, afirmou o prefeito de Corumbá.

 

“E mesmo nesse atual cenário de dificuldade econômica, assumimos o compromisso de concluir esse espaço e o fizemos em tempo recorde, após pouco mais de três meses de trabalho intenso. Agora toda essa área, contando a praça e a escola, oferece aos moradores do Cristo muito mais qualidade de vida. O bairro precisava de um local como esse, destinado ao esporte, a cultura e ao lazer”, complementou.

 

“Tenho certeza que esse ginásio vai proporcionar uma transformação na vida dos moradores do Cristo. E é dessa forma que temos buscado agir: investindo o dinheiro público em ações que melhorem a vida das pessoas, que impactem de forma positiva o cotidiano dos jovens, adultos e idosos. E essa quadra faz exatamente isso”, completou Paulo Duarte.

 

A secretária municipal de Educação, Roseane Limoeiro, também enfatizou a importância do ginásio para o processo de aprendizagem e socialização dos alunos. “O Damy merece um espaço desse. As crianças da escola, mesmo sem um espaço apropriado para os treinamentos, sempre apresentaram bom rendimento no esporte”, lembrou. “Este é um marco no processo educacional e pedagógico da região”, completou Roseane.

 

Representando o Poder Legislativo, o vereador Evander Vendramini Duran lembrou dos sete anos de espera até a conclusão da obra. “Chegamos a ver até ossos humanos nessa quadra, que foram retirados junto com a terra do cemitério e jogados aqui. Isso entristeceu o chocou todo mundo”, recordou. “Hoje a realidade é completamente diferente, cargas a coragem do prefeito em fazer o que tinha que ser feito”, finalizou o vereador.