Projeto “A procura dos Pequenos Heróis” premia 10 crianças e adolescentes

Premiados no final da tarde da quinta-feira, 03 de dezembro, os dez alunos finalistas da premiação do projeto “A Procura dos Pequenos Heróis”. A solenidade aconteceu na sede do Centro Padre Ernesto de Promoção Humana e Ambiental (CENPER), responsável pela realização do projeto que conta com a parceria da Prefeitura de Corumbá.

 

Idealizado pelo saudoso padre Ernesto Sassida, o projeto é destinado a crianças e adolescentes de 07 a 17 anos e 11 meses, e tem como objetivo sensibilizar a sociedade a descobrir e incentivar a prática de boas ações junto à população infato juvenil.

 

O projeto este ano contou com a participação de 800 crianças e adolescentes das escolas municipais, estaduais e particulares, além das associações de bairros, igrejas católicas e evangélicas e entidades governamentais e não governamentais.

 

O primeiro lugar ficou para o aluno Douglas M. Modesto, da Escola Municipal Rural Monte Azul, que recebeu um Playstation 3 e medalha, por ter ajudado o trabalho de parto de sua mãe, no nascimento do seu irmãozinho, encilhando o cavalo da carroça da família enquanto aguardava o pai chegar em casa.

 

Em segundo lugar Thayane Teixeira Alves, da Escola Estadual Dom Bosco e recebeu um tablet e medalha. O terceiro lugar veio da Escola Municipal José de Souza Damy, Emanuel Junior do Carmo Souza e recebeu um skate e uma medalha.

 

A quarta colocada é da Escola Municipal Izabel Corrêa, Yasmim O. Carvalho; a quinta é da Escola Estadual Nathercia Pompeu dos Santos, Adriani Estras Teixeira; a sexta é da Escola Municipal Barão de Rio Branco, Juliana Nathaly Casanova da Silva. Todas receberam uma prancha pra fazer chapinha.

 

O sétimo colocado é da Escola Municipal Delcídio do Amaral, Willian Vinicius Santos Pereira Vargas; o oitavo é da Escola Estadual Carlos de Castro Brasil, Carlos Eduardo Cavassa de Arruda. Os dois receberam skates como prêmio.

 

Em nono lugar foi da Escola Estadual Octacilio Faustino da Silva, Ana Beatriz Vilalva Peixoto, um urso de pelúcia. Em décimo ficou a aluna da Escola Municipal Almirante Tamandaré, Maikely Arroyo Pereira da Silva, ganhou um jogo de ping pong e um estojo de maquiagem.

 

O vereador Carlos Alberto Machado, que representou o legislativo corumbaense, lembrou-se da época em que foi presidente do CENPER. “Estar aqui me lembra e traz a doce lembrança do Padre Ernesto, que sempre se preocupava com os jovens em todas as suas etapas e, principalmente com os pequenos aprendizes que é onde consolidamos a base e o caráter desses jovens”.

 

O prefeito Paulo Duarte foi representado pelo assessor Lamartine de Figueiredo Costa que destacou o apoio da Prefeitura ao evento. “Temos por obrigação dar continuidade ao trabalho que o padre Ernesto começou, educando e trabalhando na formação desses alunos. No mundo que estamos vivendo, devemos prestar atenção e ensinar aos nossos jovens a fazer o bem, e a praticar o bem”.

 

O diretor geral da Missão Salesiana em Corumbá, Eslavomir Bronakowisk, disse que três coisas não voltam atrás: “a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida. E, hoje em dia, ainda colocaria aquilo que foi publicado na internet, por isso, temos que colocar a ética acima da técnica: ser santo, ser bom, cristão e ter boa cidadania. E ser santo hoje em dia é ser herói, porque no mundo que vivemos temos que ter uma boa índole”.

 

O projeto conta com o apoio da Prefeitura por meio das secretarias de Educação e de Assistência Social e Cidadania, e da Fundação de Cultura, além dos acadêmicos da UFMS Campus Pantanal.