Povo das Águas inicia atendimento neste domingo, no Pantanal Sul

A Prefeitura de Corumbá inicia neste domingo, 06 de dezembro, a nona edição da ação Povo das Águas, um programa social que está permitindo levar os mais diferentes tipos de atendimentos à população ribeirinha, residente em regiões de difícil acesso. Desta vez serão beneficiadas as famílias residentes na região do Pantanal Sul.

 

A equipe da Prefeitura embarca hoje, 05, às 22 horas, no Porto Limoeiro, e amanhã inicia o atendimento beneficiando moradores da região da Boca do Paraguai Mirim, Porto Formigueiro e Volta Grande, durante o período da manhã, no porto da dona Fátima e ‘seu’ Nicolau, atendendo 58 pessoas oriundas de 20 famílias.

 

Também no domingo, à tarde, os trabalhos acontecem na região do Porto da Manga, nas dependências do Hotel Sonetur, das 14 às 18 horas, beneficiando 220 pessoas de 55 famílias.

 

A ação tem sequência na segunda-feira, 07, em Porto Esperança, na Escola Municipal, das 08 às 12 horas, atendendo 148 pessoas oriundas de 61 famílias.

 

No dia 08, terça-feira, o atendimento acontece em Forte Coimbra, na Escola Municipal Ludovina Portocarrero, das 08 às 12 horas, com atendimento de 81 pessoas de 32 famílias.

 

A ação será encerrada no dia 09, quarta-feira, na região do Porto Morrinho, das 08 às 12 horas, no Porto da Odila, beneficiando 192 pessoas de 65 famílias.

 

A ação

 

O Povo das Águas tem possibilitado à Prefeitura promover o desenvolvimento comunitário integrado e sustentável nas comunidades das regiões das águas, envolvendo todos os segmentos públicos, sociedade civil organizada e colaboradores para atendimento à população residente em áreas de difícil acesso, por meio de serviços de qualidade, como forma de minimizar as adversidades e proporcionando o exercício da cidadania.

 

O programa é coordenado pela Secretaria de Governo e integra as secretarias municipais de Saúde, Educação, Assistência Social e Cidadania, da Defesa Civil e da Fundação do Meio Ambiente.

 

Participam do programa social médicos, dentistas, enfermeiras, vacinadoras, assistentes sociais, pedagogas, professoras, agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, agentes de Defesa Civil, além de agentes ambientais do Município.