Moinho in Concert atrai público à escola de artes e apresenta trabalho

E se uma nota musical saísse da partitura e viajasse pela história da música no mundo? Foi com esse ideia que se construiu o enredo do espetáculo Moinho In Concerto deste ano e que teve a primeira apresentação na noite desta terça-feira, 08 de dezembro.

 

Pela primeira vez, o espetáculo usou como palco a própria sede da escola de artes que desenvolve importante projeto social na cidade. No pátio da antiga fábrica, no Porto Geral, o público assistiu a um espetáculo cheio de referências sobre o mundo da música e da dança como em uma das diversas aulas ministradas no Moinho.

 

“O texto ficou didático e lúdico ao mesmo tempo e assim fazemos que a as pessoas conheçam um pouco mais do nosso trabalho, que é ensinar arte, conhecendo-a porque as pessoas só amam aquilo que conhecem”, comentou a coordenadora artística do Moinho Cultural Sul-Americano, Sonia Ruas Rolon.

 

 “Esse ano, pegamos um tema para demonstrar aquilo que fazemos aqui: música e dança. A saga de uma nota musical que saltou da partitura e saiu andando pelo mundo e nesse passeio ela passa pelo conhecimento técnico da música, vai para a percussão, a música medieval, os grandes compositores”, disse ao resumir brevemente a proposta do espetáculo que reúne mais de 400 pessoas entre elenco e equipe de apoio.

 

Além dos bailarinos que emocionaram todos com passos no palco, as jovens vozes do coral e a desenvoltura dos músicos da orquestra executaram canções que foram do clássico ao popular.

 

Com 11 anos de atuação em Corumbá, o Moinho Cultural Sul-Americano estende seu atendimento para crianças e adolescentes das cidades vizinhas de Ladário, no Brasil, e de Puerto Quijarro e Puerto Suarez, na Bolívia. Este ano, a escola de artes passou por um momento crucial e, com a intervenção do prefeito Paulo Duarte, uma das empresas que apoiavam o projeto social voltou atrás em decisão que retiraria participação e manteve a parceria.

 

“É um trabalho que, desde o primeiro ano da nossa Administração, reconhecendo a importância para a arte e a cultura corumbaense, demonstramos nosso apoio. Além disso é um belo trabalho social que o Moinho faz há muitos anos. Desde o início da nossa Administração, reforçamos ainda mais essa parceria, pois o Moinho é uma referência aqui em Corumbá”, afirmou o prefeito.

 

O mais recente investimento da Administração Municipal no Moinho Cultural aconteceu no mês de outubro com a aquisição de computadores, cadeiras e ares-condicionados, em valor que superou os R$ 160 mil, para o Núcleo de Tecnologia, outra vertente trabalhada dentro da escola de artes.

 

“A bravura de toda equipe do Moinho (alunos, pais, professores, coordenadores) possibilitou esse belíssimo espetáculo com o qual percebemos a quantidade de artistas que temos aqui em Corumbá e por isso temos, cada vez mais, reconhecer e fortalecer os nossos talentos”, pontuou Paulo Duarte que teve sua atuação reconhecida pela coordenadora artística do Moinho Cultural Sul-Americano, Sonia Ruas Rolon.

 

“Se nós não conseguíssemos essa fusão entre Prefeitura e Moinho não conseguiríamos ir adiante. Estamos dentro da cidade e é preciso que a gente se complete entre Moinho e Prefeitura e vida longa ao Moinho”, desejou.

 

Para saber mais sobre o Moinho Cultural e como colaborar com as ações na campanha “Abrace o Moinho”, basta acessar o site: www.moinhocultural.org.br.

 

Nesta noite, a partir das 20 horas, acontece a segunda apresentação do Moinho In Concert. Os ingressos estão sendo vendidos a R$10 na sede da escola de artes, no Porto Geral.