Atletas fazem percurso no Morro do Cristo em 1ª etapa de Corrida de Orientação

 

Cerca de 75 atletas concluíram na noite dessa sexta-feira, 13 de novembro, a primeira etapa da prova de orientação, com largada e chegada no Centro Popular de Esporte e Lazer Nação Guató. Durante o percurso, talvez o mais técnico de todas as edições do Pantanal Extremo – Jogos de Aventura, apresentando um considerável grau de dificuldade, este ano inovou e levou os competidores para o Morro do Cristo.

 

“O atleta que quiser ganhar tem que estar preparado fisicamente”, alertou Lúcio Brandão Alves, presidente da Federação de Orientação de Mato Grosso do Sul, lembrando que, para este ano de competição, precisou baixar o nível das categorias júnior e damas, devido ao grau de dificuldade.

 

“Baixei o nível técnico para não ocorrer nenhum problema.  Em compensação, o nível técnico do pessoal da elite, se manteve e bem mais difícil que os anos anteriores”, comentou Brandão que esteve à frente da coordenação da prova.

 

De acordo com o presidente da Federação, a prova está contando com a participação de pessoas nos diversos estágios da prática do esporte que exige muito da mente e do corpo da pessoa. “Temos campeão brasileiro, campeão sul-americano a novatos que estão começando este ano na orientação. Nós nivelamos a competição pelo meio para que todos pudessem competir de forma igual”, comentou Brandão.

 

Cruzando a linha de chegada, que foi dividida em três categorias por sexo, a prova teve início às 20 horas e seguiu até próximo às 23 horas, já que a largada acontecia individualmente. A cada 3 minutos, um atleta partia para o desafio no Morro do Cristo. As atletas Tainara Dutra e Isadora Gonçalves, de 17 e 18 anos respectivamente, são fortes candidatas para levar o prêmio na categoria “dama Junior”.

 

“Embora estivéssemos sem treinar este ano, achei o percurso bom. Mas a maior dificuldade foi enfrentar o calor”, comentou Thainara. “O tempo seco atrapalha um pouco. Mas estou bem confiante com o resultado”, disse Isadora.

 

A segunda etapa da Corrida de Orientação está marcada para começar às 16 horas. O resultado será formulado com base na performance das duas etapas. A premiação está prevista para acontecer às 18 horas, na prainha do Porto Geral.

 

Competição de Orientação

A Corrida de Orientação chama atenção do olhar leigo pelo fato do atleta carregar consigo uma bússola e um mapa. No percurso o desafio, além de manter o fôlego é achar os pontos indicados no trajeto representado no mapa e, em cada um deles, fazer a checagem digital por meio de um chip.