Ação combate dengue e chikungunya em fábrica desativada na Cervejaria

Desativada há cerca de um ano, a fábrica de cerveja, localizada na rua Domingos Sahib, bairro Cervejaria, foi encontrada por integrantes do Comitê Corumbá Mais Bela numa situação alarmante para a saúde pública. Centenas de garrafas e dois tanques (tonéis) usados na produção da bebida estavam servindo como grandes criadouros dos mosquitos Aedes Aegypti, transmissor da dengue e da chikungunya.

 

O número de larvas do inseto surpreendeu os agentes que passaram a tarde fazendo o trabalho de remoção mecânica dos vasilhames. Uma equipe da Vigilância Sanitária foi acionada para notificar os proprietários da empresa para num prazo de até cinco dias procederem a limpeza do local. Caso não cumpram com o estabelecido, eles serão autuados no valor de 500 VRM (valor de referência municipal), que totalizam 765 reais.

 

A empresa é vizinha da residência de uma mulher de 27 anos que está com quadro sintomático de chikungunya. Ela apresenta inchaço nas mãos e nos pés, além de forte dor de cabeça, febre intermitente e náuseas. A jovem teve uma amostra de sangue coletada para realização de exame laboratorial que deve confirmar ou não a infecção pela doença, porém a Secretaria Municipal de Saúde já acionou, como medida preventiva, o plano de contenção que atingirá toda a região. Nos próximos dias começa o trabalho de controle químico com a borrifação para conter a presença dos insetos alados.

 

Os agentes também realizaram a inspeção tanto no local de trabalho como na residência da mulher suspeita de estar infectada com a chikungunya e não encontraram a presença de larvas do Aedes Aegypti, entretanto fizeram um trabalho de orientação.

 

Segundo a secretária de Saúde, Dinaci Ranzi, a Prefeitura vem num trabalho contínuo para vencer as doenças endêmicas, porém bons resultados só são alcançados com a sensibilização de toda população.

 

“Não é apenas notificar, queremos que todas as pessoas se responsabilizem pelo lixo que produzem pois os vetores se reproduzem no entulho, na água parada pela falta de zelo com o ambiente. A Prefeitura tem o trabalho de coleta que acontece de segunda a segunda e contamos com a população nessa tarefa e isso inclui aquelas pessoas responsáveis pelas empresas também para não nos depararmos com situação como a que foi flagrada na Cervejaria”, afirmou.

 

A secretária lembrou ainda que as ações pontuais no combate a essas doenças ao citar o Dia D de Combate à Dengue, programado para acontecer em todo o país amanhã, 19 de novembro. Corumbá participa do movimento nacional com várias atividades.

 

O Município trabalha de forma interligada entre as secretarias dentro do Comitê Corumbá Mais Bela que reúne profissionais da Secretaria de Saúde, Fundação Municipal de Meio Ambiente e Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos para conter, entre outras atribuições, novos casos de doenças endêmicas.

 

Corumbá registrou neste ano seis casos da febre chikungunya, sendo a maioria deles, detectados dentro da mesma família. A Secretaria Municipal de Saúde classificou esses casos como importados, pois se verificou que os enfermos se contaminaram em território boliviano.