Negra Corumbá apresenta influência da cultura afrodescendente na região

As comemorações aos 237 anos de Corumbá continuaram ainda neste final de semana quando foi realizada a 3ª edição do Negra Corumbá, evento preparado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, com objetivo de evidenciar a forte influência da cultura afrodescendente na cidade.

 

Com foco nas expressões da capoeira, da música e da dança, o evento se iniciou no final da tarde deste domingo, 04 de outubro, adentrando pela noite com o encerramento do jeito que mais o corumbaense gosta: ao som de samba.

 

“No primeiro mandato do prefeito Paulo Duarte, ele nos solicitou que criasse um evento que mostrasse as características do povo negro. Procuramos trazer a produção artística da cultura negra em local público, já fizemos na praça da Independência e agora no Porto para contato direto com a população”, disse o gerente de Políticas para Igualdade Racial, Rogério César, ao recordar o surgimento do Negra Corumbá.

 

De acordo com ele, Corumbá é a única cidade de Mato Grosso do Sul que conta com uma das mais importantes ferramentas para a promoção de políticas públicas, o que, entre outras medidas, o credenciou junto ao Ministério da Igualdade Racial a integrar organismo em âmbito nacional em prol de ações dessa natureza.

 

“Corumbá é uma das poucas cidades do país que mais tem avanço em políticas públicas raciais, infelizmente o racismo está enraizado na mente da nossa população durante mais de 500 anos, e por isso estamos trabalhando fortemente isso. Corumbá recentemente aderiu ao SINAPIR (Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial), sendo um dos únicos dois municípios de Mato Grosso do Sul que tiveram os requisitos exigidos pelo Ministério da Igualdade Racial para essa adesão”, comentou. Além de Corumbá, somente Bataguassu teve as condições exigidas para integrar o SINAPIR.

 

O Negra Corumbá, em sua terceira edição, recebeu no palco do Teatro de Arena do Porto Geral: os grupos de capoeira da cidade; Xandão e convidados, que interpretaram grandes clássicos do samba; os bailarinos da Oficina de Dança, que apresentaram coreografias de street dance; e fechando a noite, a bateria do mestre Ninho com o intérprete Ninho Samba Bom, representando a escola de samba Império do Morro, já antecipando o carnaval em Corumbá.

 

O subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Correa, destacou a necessidade de se manter e intensificar ações em prol da Igualdade Racial no município. Ele lembrou que Corumbá é uma cidade que muito evoluiu nesse setor, mas que isso não a isenta de continuar um intenso trabalho para avançar ainda mais.

 

“Corumbá é uma das poucas cidades do Estado que tem um organismo de políticas públicas para a igualdade racial como é a Gerência de Políticas, temos o Plano Municipal de Igualdade aprovado e regulamentado. Dentro da comemoração do aniversário da cidade á ideia foi fazer um evento para que a população negra, que está estimada em 71% dentro do município, incluindo aí os que se declaram pardos, fosse colocada em destaque”, disse ao lembrar da maciça presença de afrodescendentes na população corumbaense.

 

Ele comentou ainda que a Secretaria de Assistência Social e Cidadania está planejando reforçar a presença em várias partes da cidade levando os atendimentos de forma mais direta com a comunidade no seu local de origem.

 

“Vamos intensificar o trabalho de ocupar os bairros com as políticas afirmativas em todas as vertentes, irmos para o local onde estão as comunidades, numa espécie de caravana”, adiantou ao lembrar do trabalho desenvolvido em demais gerências como de Políticas para a Juventude e de Políticas para a Mulher.