Com recursos do FMIS, Moinho Cultural amplia atividades do Núcleo de Tecnologia

Em meio a uma campanha para mantê-lo de portas abertas atendendo 390 crianças e adolescentes de Corumbá, Ladário e da Bolívia, o Moinho Cultural Sul-Americano recebeu um importante estímulo da Prefeitura Municipal de Corumbá. Através do Fundo Municipal de Investimento Social (FMIS), o projeto social e cultural que atua há mais de uma década na cidade recebeu o valor de R$ 168.460, 52.

 

Com o montante, o Moinho Cultural garantiu a compra de microcomputadores, aparelhos de ar condicionado e cadeiras. Esses materiais permitirão a ampliação do NUTEC (Núcleo de Tecnologia do Moinho Cultural Sul-Americano) atingindo, inclusive, a comunidade da região com cursos e acesso à internet.

 

“Essa parceria só vem reafirmar a necessidade do Moinho permanecer de portas abertas e a ajuda da Prefeitura é essencial para isso, uma prova disso é a ampliação da área de tecnologia”, disse José Roberto dos Santos Júnior, gestor do Moinho Cultural Sul-Americano ao lembrar que além das áreas de música e dança, outra vertente que ganhou impulso nos últimos anos dentro da instituição foi a Informática, atendendo a própria demanda manifestada pelos alunos.

 

No atual NUTEC, além das noções de Informática Básica, os alunos do Moinho se especializam em desenvolvimento de softwares, bem como em fotografia e edição de áudio e imagens.  

 

“Temos exemplos de pessoas que, hoje. já atuam como monitores, por exemplo, na praça CEU Helô Urt, sendo a prova para as demais crianças que elas podem sim formar-se profissionalmente não apenas nas áreas de música e dança”, lembrou a vice-prefeita Márcia Rolon.

 

Presente à assinatura do convênio que formalizou o investimento, a vereadora Cristina Lanza destacou o avanço que a instituição obteve com a gestão do prefeito Paulo Duarte, que vem se mostrando um grande apoiador das atividades desenvolvidas por meio do ensino das artes.

 

“Em outros mandatos vocês não conseguiam nem a cedência de professores para dar aula de reforço aqui. Vocês são o futuro da nossa cidade, isso aqui é a segunda casa de vocês e precisamos todos cuidar bem dela”, alertou a vereadora.

 

Ressaltando aquilo que traz como slogan de sua gestão, o prefeito Paulo Duarte afirmou que mostrará apoio a todo e qualquer projeto que “cuide das pessoas, principalmente aqueles que envolvam crianças”.

 

“O Moinho Cultural antes não recebia atenção da Prefeitura por questões de vaidade porque não deveria aparecer, competir com outro, para nós isso vai muito além porque há aqui a formação de pessoas, portanto, é como prefeito a nossa obrigação ajudar a cuidar desse espaço que é de vocês.

 

“Aqui é um projeto para todo mundo, não interessa a origem”, comentou o chefe do Executivo ao se dirigir às crianças de origem boliviana e que são atendidas com o projeto.

 

“Às vezes, vocês pensam que em todo lugar tem um projeto assim, mas são em poucos lugares que tem algo semelhante. Só quando a gente perde que dá valor, o projeto quase foi fechado no início do ano, porém se manteve e vai se manter com o apoio da Prefeitura e de empresas como a Vale. É um projeto único no Mato Grosso do Sul e vocês precisam valorizar isso”, disse Duarte que ainda aproveitou para visitar as dependências da sede do Moinho, incluindo o projeto Vila Moinho onde mães de alunos desenvolvem corte, costura e artesanato.

 

Estiveram também presentes na assinatura do convênio: a secretária de Assistêrncia Social e Cidadania, Mabel Aguilar; a secretária de Educação, Roseane Limoeiro; a diretora-presidente da Fundação Procon, Andrea Ulle; o assessor institucional do Executivo, Lamartine Figueiredo. além do presidente da Câmara de Vereadores de Corumbá, Tadeu Vieira, e dos vereadores Luciano Costa e João Lucas.

 

O Moinho Cultural Sul-Americano está com a campanha “Abrace o Moinho” com o intuito de manter suas atividades de forma integral. Para isso, qualquer pessoa pode doar qualquer quantia em deposito na conta corrente com os seguintes dados: Banco do Brasil; Agência: 0014-0; Conta Corrente: 20168-5; CNPJ: 05.420.357/0001-42.

 

Na sede da instituição localizada na rua Domingos Sahib, no Porto Geral, há uma urna onde o doador pode deixar sua contribuição. Mas, não apenas do apoio financeiro vive o Moinho por isso quem quiser atuar como voluntário pode entrar em contato pelo telefone (67) 3231-8436.

 

Roupas, brinquedos, livros e outras espécies de produtos também são bem recebidos pela Instituição que já está preparando mais uma edição do espetáculo Moinho In Concert para apresentação neste final de ano.

 

Para conhecer mais sobre o Moinho Cultural e sobre como colaborar com suas atividades, também há o site: www.moinho.org.br