Centro POP na Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal de Corumbá

A IV FECIPAN (Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal de Corumbá) realizada pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul está contando com a participação especial de um grupo de pessoas atendidas pelo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), ligado à Secretaria de Assistência Social e Cidadania da Prefeitura Municipal.

 

A participação está sendo por meio dos 40 estandes e as estruturas para colocação dos banners construídos por dez pessoas atendidas pelo Centro POP, sob orientação de profissionais da Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

 

Os estandes e as estruturas foram construídos com utilização de materiais recicláveis como uma proposta de reconstrução do novo de forma sustentável. São nos estandes que os estudantes estão expondo os projetos. Há ainda um estande especial onde estão expostos produtos artesanais confeccionados pelo grupo como porta chaves, porta canetas, porta trecos, suporte para vasos de plantas, bancos, mesas, entre outros, tudo para comercialização.

 

A Feira de Ciência e Tecnologia foi aberta na terça-feira, 20, e segue até esta quarta, 21 de outubro, no SESC – Corumbá, no Porto Geral, sempre das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas. O evento é aberto ao público em geral e especialmente aos estudantes que desejam compartilhar conhecimento, saberes, descoberta, aprendizagem, experiência, ciência e tecnologia.

 

Aproximadamente 300 alunos das escolas públicas e particulares estão participando da exposição dos projetos desenvolvidos na escola ao longo do ano. A culminância está sendo na IV FECIPAN, como incentivo à pesquisa e estudos que possam contribuir com a qualidade de vida da população.

 

O Centro POP

 

O Centro POP foi implantado pelo prefeito Paulo Duarte para acolher as pessoas que por inúmeras razões, deixaram o convívio familiar e utilizam as ruas como espaço de moradia e convivência. Uma equipe técnica especializada é responsável pelo atendimento psicossocial, atendimento em grupos, oficinas de artesanato, oficina de redução de danos, atendimento jurídico, encaminhamentos para qualificação profissional, encaminhamento para atendimento de saúde, encaminhamento para retirada de documentação civil, além da abordagem social em vias públicas, inclusive atuando com a equipe multidisciplinar do Consultório na Rua, programa desenvolvido pela Secretaria de Saúde.

 

“A participação dos usuários em eventos como esse, fortalece a autoestima, efetiva a sociabilidade e a construção de diferentes perspectivas e a mudança da realidade, além da possibilidade da promoção de renda com a venda dos produtos expostos, gerando qualidade de vida, promovendo a inserção no mercado de trabalho e propiciando a saída das pessoas da condição de rua”, explica a secretária Mabel Sahib Aguilar.

 

Em Corumbá, no mês de setembro, foram atendidas 65 pessoas em situação de rua. Desse total, 15 são novos casos, 10 migrantes, três estrangeiros em trânsito e um egresso do sistema prisional. Além disso, foram feitas 82 abordagens sociais e o retorno de três pessoas para suas famílias.