Projeto Alma, Arte, Lixo e Meio Ambiente atende internas de Corumbá

O projeto Alma, Arte, Lixo e Meio Ambiente foi aberto na tarde dessa quinta, 17, no Estabelecimento Penal Feminino de Corumbá “Carlos Alberto Jonas Giordano”. O objetivo do trabalho, realizado pela Prefeitura através da secretaria de Assistência Social e Cidania e conduzido pela Gerência de Políticas para a Mulher, é capacitar as detentas para que gerem renda, a partir de materiais reciclados do lixo produzido na comunidade transformando em artesanatos.

 

“É um incentivo à Autonomia Econômica e ao empreendedorismo das mulheres”, explicou Cristiane Santana, gerente de Políticas Públicas para a Mulher. “ Nossa meta é gerar trabalho e renda a partir de uma nova concepção da relação do ser humano com o meio ambiente, com o lixo produzido e a capacidade artesanal de transformar materiais recicláveis em belos artesatos”, comentou.

 

O projeto ainda vai realizar uma exposição para a comercialização dos artesanatos produzidos ao final do mesmo. “Vamos inserir 20% das participantes na criação da associação de mulheres da Economia Solidária, além de confeccionar um material com depoimento das participantes relatando a experiência”, pontuou.

 

Durante a solenidade de abertura do projeto, o Coral “Vox in Libertae”, formado pelas reeducandas do Estabelecimento Penal, se apresentou emocionando a todos com repertório escolhido, entre eles “De o seu Melhor” e “Aleluia”.  Ministrado pela professora Fernanda Rolin, da Banda Manoel Florêncio, o trabalho visa a reinserção social das detentas, preparando elas para o retorno a sociedade.

 

Representando o prefeito Paulo Duarte, a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon, parabenizou o projeto e a motivação das reeducandas. “Vocês fazem parte dessa história tão bonita da nossa cidade. Aproveitem esse momento que é de reflexão, para que voltem com um brilho ainda maior”, destacou. “Eu sinto a transformação de vocês. E acredito que tudo que existe pode ser transformado”, afirmou Márcia às reeducandas.

 

A secretária de Assistência Social e Cidadania, Mabel Sahib Aguilar, lembrou o quanto a Prefeitura, por meio da secretaria, tem sido parceria do projeto Alma. “Nós oferecemos curso de manicure e pedicure, informática, entre outros. “Todos com o objetivo de incentivar à autonomia e econômica e o emprededorismo dessas mulheres”, definiu Mabel, acrescentando que, a Prefeitura de Corumbá vai entrar com toda matéria prima para a confecção dos materiais a serem confeccionados pelas detentas.

 

Meio Ambiente

 

Parceira também do projeto, a Fundação do Meio Ambiente vai implantar a coleta seletiva e toda a renda obtida será revertida para as detentas.

 

De acordo com o cronograma do projeto, ao longo do ano as reeducandas contarão com diversas oficinas, como: “Os Direitos das Mulheres”; Economia Solidária; Campanha Outubro Rosa; Educação Ambiental; DST Aids; Igualdade Racial; Violência Contra a Mulher/ Trafico de Pessoas, entre outros.

 

Prestigiaram a solenidade o secretário de Governo, Márcio Cavassana e o secretário de Gestão Pública, Luiz Henrique Maia de Paula. O projeto conta com a parceria da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Corumbá, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e AGEPEN.