Prefeito e coordenador da Caravana da Saúde definem cronograma da ação

O prefeito Paulo Duarte recebeu nesta sexta-feira, 4 de setembro, o coordenador do projeto Caravana da Saúde, Sérgio Luiz Gonçalves. Os dois definiram o cronograma da ação, que chega a Corumbá no final deste mês e deve acabar com a fila de espera de diversas especialidades médicas.

 

“É um trabalho conjunto entre o Governo do Estado, Prefeitura e será muito importante para a população, que terá acesso a serviços hoje disponíveis só na Capital do Estado”, afirmou o prefeito, lembrando que a vinda da Caravana para a cidade foi pauta do primeiro encontro dele com o governador Reinaldo Azambuja, ainda no começo do ano.

 

A secretária de Saúde, Dinaci Ranzi, o secretário de Governo, Marcio Cavasana, e o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa, também participaram da reunião. O local onde toda a estrutura será montada será definida na semana que vem pela equipe do Estado.

 

A Caravana da Saúde é formada por 170 profissionais de diversas especialidades e 14 veículos equipados para a realização dos seguintes exames: IMC (Índice de Massa Corpórea), glicemia, Papanicolau, HIV, pressão arterial, tipagem sanguínea, PSA, hepatite B e C, mamografia, e ultrassonografia.

 

Serão realizadas cirurgias oftalmológicas, ortopédicas, ginecológicas e gerais (vesículas e hérnia); consultas dermatologia, odontologia, pediatria, neurologia, cardiologia, saúde do homem e saúde da mulher. Também acontecerão palestras sobre saúde bucal, doenças sexualmente transmissíveis, dengue, saúde do trabalho, tuberculose, hanseníase e chikungunya.

 

A Caravana

 

Considerando os problemas que atingem a estrutura de atendimento de média e alta complexidade concentrada na Capital, além das filas para a realização de cirurgias, o Governo do Estado desenvolveu no início deste ano o projeto Caravana da Saúde.

 

A garantia do acesso aos serviços de saúde de forma rápida e a manutenção dos atendimentos, proporcionando a melhor qualidade da saúde sul mato-grossense é a principal meta do programa que passará pelas 11 microrregiões de saúde do estado (Coxim, Aquidauana, Campo Grande, Coxim, Jardim, Corumbá, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, Paranaíba e Três Lagoas).

 

Na parte de atendimentos, todos os serviços integram a rede do Sistema Único de Saúde (SUS). Para levar a assistência aos 79 municípios o programa conta com uma grande estrutura formada por profissionais de saúde e veículos adaptados para a realização de consultas, diagnósticos e cirurgias. Entre as especialidades oferecidas estão: Ortopedia, Cirurgia Geral, Oftalmologia, Urologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia Ginecológica.

 

Também farão parte do cronograma: consultas odontológicas, tomografia computadorizada, raio-x, mamografia, além de exames para aferição da pressão arterial, glicemia, HIV, capacitação, palestras e gincanas. Na área de infraestrutura estão previstas reformas, ampliações e adequações da rede físicas, além da entrega de equipamentos.