Novo voo supera expectativas com taxa de ocupação de 80,6%

O balanço do primeiro mês de operação da empresa aérea Azul mostrou números que surpreenderam até os mais céticos quanto à viabilidade da rota que liga Corumbá ao estado de São Paulo na cidade de Campinas. Desde o dia 03 de agosto, quando a Azul passou a operar unindo as duas cidades foram 18 voos que transportaram quase 3000 pessoas, contabilizando taxa de ocupação de 80,6%, número extremamente positivo dentro do mercado aéreo.

 

Os irmãos José Rubens e José Roberto Sérches visitam o pantanal há décadas e declaram que a viagem aérea entre Campinas e Corumbá foi a forma mais confortável que utilizaram para chegar ao município pantaneiro.

 

“Foi uma das melhores viagens que já fiz para cá onde visito há cerca de 20 anos. Antes tinha que descer, fazer o transbordo em Campo Grande e vir rodando na estrada. Desde muito pequenos, nós vínhamos com nosso pai e nós somos pescadores e não há melhor destino”, disse José Rubens.

 

“Gosto muito do Pantanal, tenho uma ligação estreita, conheço tudo aqui. Corumbá faz parte da minha vida e sempre que posso volto aqui. Poder sair de Campinas direito e vir para cá é muito bom, mais tranquilo e não cansamos. Esse voo resolveu muito nosso problema”, afirmou José Roberto

 

O novo voo agrada não apenas quem usufrui diretamente da viagem, mas quem tem empreendimentos turísticos no município como é o caso de Odila Maria Silveira Gonçalves, proprietária do Hotel Pesqueiro no Porto Morrinho.

 

“Com esse novo voo facilitou. A partir de agora, vou pegar muito mais gente. Para a temporada, estou com quase todas as vagas preenchidas, mas ainda tenho algumas e, com certeza, será fechada porque muitas pessoas que não viriam por causa do desgaste, agora. Para gente vai ser excelente”, avaliou

 

Para a diretora-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Hélènemarie Dias Fernandes, o desempenho da rota Corumbá/Campinas foi surpreendente e significa que o mercado turístico local ainda pode se aquecer mais ao longo dos próximos meses.

 

“Isso porque nossa rota nem é conhecida. É o primeiro mês dela, o grande público nem a conhece ainda e já teve todo esse saldo positivo e caminha muito bem. Se você pensar que os grandes pacotes já estavam fechados, ela já avançou muito porque as pessoas que compraram, investiram em outras rotas, principalmente parando em Campo Grande. O turista que estão vindo nesses voos são aqueles que nem estavam agendados, então é um grande plus para gente. A gente esperava um desempenho maior depois de um trimestre de operação. Isso é fantástico, é um novo fluxo para Corumbá, um novo movimento para nossa economia, para nossas empresas”, avaliou a gestora.

 

A Azul faz o trecho Campinas-Corumbá/Corumbá-Campinas quatro vezes por semana. Nas segundas, quartas e sextas-feiras o avião chega ao Aeroporto Internacional de Corumbá às 13 horas e decola as 13h45. No domingo, o voo chega as 12h50 e volta as 13h20. A empresa opera com um jato Embraer 190, com capacidade para 106 passageiros.