Dom Bosco e Castro Brasil vencem o Concurso de Bandas de Percussão

As escolas Carlos de Castro Brasil e Dom Bosco foram as grandes vencedoras da décima sétima edição do Concurso de Bandas de Percussão realizado nesse sábado, 26, pela Prefeitura de Corumbá, com parte das comemorações dos 237 anos de fundação da maior cidade pantaneira.

 

O evento, coordenado pela Fundação de Cultura de Corumbá com apoio da Secretaria de Educação e Funec, foi realizado no Ginásio de Esportes Lucílio de Medeiros, no Complexo Poliesportivo de Corumbá, e contou com as participações de 17 instituições corumbaenses e de Ladário, além das bandas da APAE, do Projeto Arcanjo – Criança feliz sem drogas e do projeto João Lisboa de Macedo de Ladário, que realizaram apresentações especiais.

 

As apresentações foram iniciadas com a participação da APAE, uma tradição no concurso, que deu um show à parte. Ao total foram 17 bandas, nove na categoria infanto-juvenil e oito na categoria juvenil, que foram avaliados por quatro membros julgadores nas seguintes categorias: aspecto musical, apresentação, baliza / balizador e regente.

 

Em primeiro lugar na categoria infanto-juvenil com 83,98 pontos, ficou a Escola Estadual Carlos Brasil; em segundo lugar com 82,72 pontos, a Escola Municipal Pedro Paulo de Medeiros, e em terceiro lugar com 82,33 pontos, a Escola Municipal Marques de Tamandaré, de Ladário.

 

O prêmio de melhor baliza / balizador foi para a Escola Municipal José de Souza Damy, com 38,25 pontos. Já na categoria de melhor regente, o vencedor foi da Escola Municipal Castro Brasil, com 39,01 pontos.

 

Na categoria juvenil a disputa foi muito acirrada, decidida por um decimo de diferença na pontuação. O título ficou com a Escola Estadual Dom Bosco com 87,44; em segundo, com 87,43, ficou a Banda de Percussão Pérola do Pantanal, e em terceiro, com 86,48 pontos, a Escola Municipal Ângela Maria Perez.

 

A premiação de melhor baliza / balizador e de melhor regente foi para a Pérola do Pantanal, com 35,16 pontos para baliza, e 38,40 pontos para regente.

 

Voltou ao Complexo

 

Depois de mais de 10 anos, o concurso foi ser realizado no Lucílio de Medeiros. Isto foi possível a partir da completa reforma e readequação que a Prefeitura fez no local, transformando esta praça esportivo no Complexo Poliesportivo de Corumbá. Este fato foi lembrado pelo prefeito Paulo Duarte que presenciou a festa.

 

“Quando assumimos a Prefeitura, encontramos esse ginásio abandonado e completamente destruído. Agora, com a reforma que realizamos, conseguimos dar vida a todos os espaços e é muito bom ver a população sempre participando e prestigiando, principalmente as apresentações das escolas, como estamos vendo hoje”, destacou.

 

O prefeito se disse surpreso e impressionado com “o talento desses jovens das bandas de percussão. Eles estão se aprimorando cada vez mais e dando um grande presente de aniversário para Corumbá que no dia 21 completou 237 anos. E teve ainda uma outra finalidade que foi arrecadas gêneros alimentícios que serão direcionados a instituições assistenciais da cidade”, completou.

 

De acordo com a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Márcia Rolon, o concurso tem por objetivo divulgar o trabalho realizado pelas bandas de percussão das escolas locais.

 

“Queremos fomentar e estimular a criação de novas corporações musicais, promover o intercâmbio entre integrantes mediante a competição sadia, aprimorando os métodos e técnicas, contribuindo assim para o desenvolvimento das bandas”, observou Márcia.

 

O evento permitiu arrecadar uma tonelada de alimentos. Uma parte já foi doada à ACLAUD e o restante será dividido com famílias carentes cadastradas nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).

 

O presidente da ACLAUD, Candido Antônio Pinheiro Martins, ficou extremamente agradecido por ter sido lembrado e beneficiado com esses alimentos. “Mais importante que receber esses alimentos é estar em um município que se preocupa com as pessoas desconhecidas, pois lembrar e ajudar as que conhecemos é fácil, já aquelas que se desconhece a ajuda recebida é mais gratificante, e com isso nos sentimos lisonjeados”.

 

Candido também colocou que a doação chegou na hora exata. “Hoje estamos com 10 residentes e esses três primeiros meses são os mais importantes, porque é quando eles trocam as drogas por alimentos. Essa doação vai nos ajudar muito”.

 

O concurso foi prestigiado por um grande número de pessoas. Entre os presentes a diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini; o diretor-presidente da Fundação de Esporte, Elvécio Zequetto; o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Correa, e o vereador Tadeu Vieira, presidente da Câmara de Vereadores.