Desfile dos 237 anos de Corumbá termina em samba com o Flor do Abacate

Uma multidão acompanhou o desfile cívico-militar em comemoração aos 237 anos de Corumbá nesta segunda-feira, 21 de setembro. As apresentações começaram pontualmente às 16 horas com as Forças Armadas, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, e só terminou às 20h20, quando desceu pela avenida General Rondon o tradicional bloco Flor de Abacate, embalando o público com o famoso “Boa Tarde, boa tarde!”.

 

“São 62 instituições que se inscreveram pelo site, aberto para facilitar esse procedimento. A gente percebe, mesmo com um calor beirando os 44 graus, a participação forte das instituições, entidades, escolas e fundamentalmente da população, desde o início da tarde vindo para a avenida prestigiar o desfile e, em sequencia disso, os shows na praça Generoso Ponce”, afirmou o prefeito Paulo Duarte.

 

“Mais do que nunca, temos que comemorar essa data por tudo que estamos conseguindo fazer em um período tão difícil. Talvez seja um momento propício para as pessoas realmente demostrarem a sua condição, a sua capacidade. E a gente consegue superar esse momento entregando obras importantes, desde o dia 1º de setembro e vamos passar a data de hoje, dia 21”, continuou o chefe do Executivo Municipal.

 

“Temos sim muito a comemorar. Enquanto cidades suspendem serviços essenciais, nós, além de manter esses serviços, estamos entregando e lançando obras e ações em benefício da população. Nada resiste ao trabalho. A conclusão mais importante é essa. Só com muito trabalho e muita determinação para superarmos esse momento que estamos vivendo no nosso País, que dificuldade e de crise econômica”, concluiu Duarte.

 

O Exército, a Marinha e a Aeronáutica abriram o desfile de 21 de setembro, seguidos pela Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. O moto grupos Estradeiros e Guerreiros passarem em seguida, acompanhados pela Banda Manoel Florêncio. O Centro de Convivência dos Idosos, a Apae, o Asilo São José, a Pastoral da Criança, a Casa da Cidadania e a Funec passaram em seguida.

 

O Centros de Educação Infantil (CEIs) e o CEMADJ foram as primeiras instituições escolares a desfilarem pela General Rondon. O Eutrópia Gomes Pedroso, Carlos Cárcano, Luiz de Albuquerque, Paiolzinho, Monte Azul, Rachid Bardauil, Delcídio do Amaral, Nathércia Gomes dos Santos, Izabel Corrêa e Almirante Tamandaré mostraram seu amor pela cidade na sequência.

 

A Rede Salesiana, o Imnegra, a escola 17 de Março, o João Baptista e o Marques de Tamandaré, todas de Ladário, a Cyríaco de Toledo, a Confecção Universal, Cássio Leite de Barros, Espaço Arcanjo Criança Feliz Sem Droga, e os Lions Club de Corumbá, Alvorada, Pantanal e Ladário, passaram em seguida, juntamente com a Rede Feminina de Combate ao Câncer.

 

As escolas Fernando de Barros, Caic, Adventista, Pedro Paulo de Medeiros, Clio Proença, Barão do Rio Branco, Ângela Perez, Gabriel Vandoni, Leme do Prado, José de Souza Damy, João Leite de Barros, Clube Desbravadores, a Ordem Demolay, a Escola Estadual Indígena Domingos Veríssimo Marcos, de Aquidauana, Tilma Fernandes Veiga, IFMS, Associação dos Trabalhadores Autônomos em Feiras Livres de Corumbá e Ladário;

 

A escola José Alves Ribeiro, a banda Aclay Trindade Nantes, de Anastácio, o Carlos de Castro Brasil, o Maria Helena Albaneze e o Flor de Abacate fecharam o desfile. Os shows na praça Generoso Ponce tiveram a participação do grupo Terra Branca, o sertanejo universitário Evandro Campos e de baterias de escolas de samba de Corumbá. Mais de 30 mil pessoas acompanharam toda a festa.