De forma educativa, alunos aprendem a combater a dengue e chikungunya

Os alunos do colégio São José aprenderam de forma simples e dentro do universo infantil, a prevenir-se e identificar os sintomas da Dengue e da febre Chikugunya, transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O trabalho foi desenvolvido na última sexta, 25, através de uma parceria da Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Saúde, com as intuições de ensino do Município.

 

Agentes de endemias do Município explicaram como os alunos devem agir para evitar que as doenças se proliferem no bairro onde moram e estudam. “Não devemos deixar garrafas e nem pneus com águas, botar areia no vaso e deixar o quintal limpo, assim o mosquito não se cria e não ficamos doentes”, contou David dos Santos, de 10 anos, aluno do 5º ano.

 

De acordo com a Grace Bastos, coordenadora de controle de vetores da secretaria de saúde do Município, essa foi a primeira escola a receber a ação. “Escolhemos o colégio, pois o primeiro caso de Chikugunya ocorreu próximo à instituição”, explicou Grace lembrando que, durante este mês, a Prefeitura intensificou ainda mais as ações de prevenção e combate à doença.

 

“Além das visitas domiciliares feitas pelos agentes de endemias e comunitários de saúde, os trabalhos estão sendo desenvolvidos também em locais de grandes concentrações de trabalhadores, como nos canteiros de obras existentes na cidade”, acrescentou.

 

Ainda segundo a coordenadora da ação, Grace Bastos, a proposta do Município é que a população leve as dicas de prevenção para dentro de casa e repassem as informações aos familiares. “Através das crianças e comunidade em geral, formaremos multiplicadores, pois 70% dos focos de mosquitos Aedes aegypti estão em residências”, explicou.

 

Blitz educativa

 

Após receberem informações necessárias para evitar que tanto a dengue como a febre Chikugunya se proliferem no bairro onde moram e estudam, os pequenos multiplicadores participaram de uma blitz informativa, alertando a população sobre o perigos da doença.

 

 Durante a blitz foram distribuídos panfletos com informações de como combater e se prevenir da da Dengue e da febre Chikugunya.