Corumbá participa de capacitação em Salvador sobre a Cultura Negra

Corumbá está sendo representada em um encontro que tem por objetivo instrumentalizar os municípios no desenvolvimento e implementação de políticas públicas voltadas para as comunidades quilombolas e afrodescendentes.

 

O encontro foi aberto no dia 28, em Salvador (Bahia), e vai até 07 de setembro. O Município está sendo representado pelas servidoras da Secretaria de Assistência Social e Cidadania da Prefeitura, Nara Nazaré Lima Monteiro, da Gerência de Politicas para Igualdade Racial, e Andréia Silva de Moraes, do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS II).

 

A participação do município foi garantida pelo resultado conquistado no Prêmio de Culturas Negras Afro Brasileira, realizado em 2014 pela Palmares Fundação Cultural com apoio do Ministério da Cultura, cuja premiação foi recebida pelo Instituto Madê Korê Odara do Pantanal, que concorreu com vários projetos a nível nacional, conquistando a nona colocação com o Projeto Beleza Negra.

 

O Beleza Negra, idealizado por Nara Nazaré, surgiu quando em um desfile estudantil na cidade, percebeu-se que não haviam representantes negras e, quando participavam não apresentava as características naturais dos afrodescendentes e da cultura negra, com padrões estereotipados, totalmente diferentes da estética negra.

 

“Passei a analisar e estudar uma forma de trabalhar a autoestima da juventude negra, a fim de levá-los a descobrir a beleza natural da nossa cultura. Em 2011 programamos o primeiro ‘Beleza Negra Estudantil’, mas foi decepcionante, pois poucos aderiram a ideia”, explicou.

 

“Mas seguimos adiante. No ano seguinte buscamos parceiros para identificarmos os espaços viáveis para desenvolver o projeto, contamos inicialmente apenas com a Secretaria de Educação que nos abriu a porta das escolas e contato com os gestores”, relatou Nara.

 

Segundo ainda a idealizadora do projeto, em 2012 a adesão ao desfile já foi maior, pelo incentivo das escolas e pelo interesse dos adolescentes, com a presença inclusive de inscrição de torcidas organizadas. “Já no ano de 2013 contamos com participação maciça dos jovens, inclusive de universitários, além dos estudantes que já naturalmente participavam”, informou.

 

“O projeto visa tratar da importância e valorização da arte e cultura negra e afrodescendente, criando espaços para manifestações artísticas que proporcionam reflexão crítica da realidade e afirmação positiva dos valores culturais da influência africana dentro da sociedade. É isto que propõe o Projeto Beleza Negro: Valorização da Cultura Afro”, citou o subsecretário de Assistências Social e Cidadania, Nilo Correia.

 

Metodologia

 

O projeto adota uma metodologia para favorecer o desenvolvimento da expressão corporal, oral e cultural, através de momentos de interpretação, coreografias, músicas, capoeira, poesias e a valorização estética negra, para a ampliação do conhecimento e formação de hábitos e atitudes fundamentais nos valores éticos.

 

Propõe-se, ainda, dar a conhecer, através de demonstrações culturais e de alguns aspectos importantes do contexto a escravidão negra, ressaltando os valores que impulsionaram e orientaram a sua vida e a formação de sua identidade. Com este conhecimento, vivenciar e valorizar a cultura negra como forma de identificação e resgate da autoestima afrodescendente.

 

O avanço do projeto foi visível que atualmente conta com parcerias intersetoriais para a realização do desfile, pois se tornou uma realização da Prefeitura de Corumbá junto com o Instituto Madê Korê Odara do Pantanal, que articulada com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania, por intermédio da Gerência de Políticas para a Igualdade Racial, organiza anualmente o evento, inclusive já compondo o calendário cultural e turístico da cidade.

 

“É uma proposta de executar atividades artísticas para desenvolver ações transformadoras, projetando o respeito como prática fundamental e essencial, a fim de mobilizar as pessoas para que sejam multiplicadores de boas práticas e convívio social e, também contribuir para que todos adotem novas posturas em relação ao próximo e, consequentemente, uma sociedade mais igualitária e ética”, explicou a secretária de Assistência Social e Cidadania, Mabel Aguilar.

 

O Prêmio

 

Em setembro de 2014, a Gerência de Políticas para a Igualdade Racial recebeu o Edital de Concurso Nº 01, sobre o “Prêmio de Culturas Afro Brasileira”, no qual foi inscrito o “Beleza Negra”. Os arquivos foram pesquisados e organizados, elaborado um portfólio do projeto e os documentos necessários enviados.

 

Concorrendo com inúmeros projetos, o Beleza Negra foi selecionado na 9ª posição entre vinte classificados, na categoria “C”- Iniciativa Cultural de Coletivos Culturais Negros. 

 

Com o prêmio recebido as servidoras Nara Nazaré e Andréia, que também são membros do Instituto Madê Korê Odara do Pantanal, foram para Salvador, onde participam de uma capacitação em  diferentes atividades, como Oficinas de Amarrados e Trançados dentro da sede do ILÊ – AYÊ e na casa de OXUMARÉ, entidades reconhecidas por suas lutas e conquistas em defesa dos direitos de afrodescendentes e propagação da Cultura Negra no país, e farão visitas nos Terreiros onde terão oportunidade de fazer pesquisas in loco e elaborar relatórios qualitativos para contribuir no reconhecimento das religiões de Matrizes Africana em âmbito nacional.

 

Esses momentos irão possibilitar as representantes rever valores, desconstruírem ideias preconcebidas, contribuindo assim para a valorização do pertencimento étnico de cada um e o reconhecimento e respeito às diferenças. Para resgatar a importância do Negro na formação da Cultura Brasileira, despertando o interesse pela influência afrodescendente na sociedade, sempre com o compromisso de formar cidadãos comprometidos e engajados na promoção da igualdade como pilar fundamental para o fortalecimento da sociedade, trabalhando a pluralidade de culturas e riquezas, criando admiração e orgulho pelas raízes culturais.

 

“Neste sentido, destacamos que é ressaltado continuadamente pelo prefeito Paulo Duarte, grande incentivador da participação dos servidores municipais em eventos dessa natureza, afirmando que para cuidar bem da cidade e bem das pessoas, que é o nosso compromisso na Prefeitura de Corumbá, temos que investir com suporte técnico de qualidade para nossos servidores que diariamente atende nossa população”, pontuou Nilo. 

 

O Projeto Beleza Negra conta com apoio cultural da Fundação de Cultura de Corumbá, Palmares Fundação Cultural e do Ministério da Cultura.