Trabalhadores têm encontro com prefeito em palestra com foco na saúde

Trabalhadores responsáveis pela construção das 840 unidades habitacionais que integram os residenciais Flamboyant I, II e III, no Bairro Guató, participaram de uma palestra na manhã desta terça-feira, 04 de agosto, com foco na prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, em especial o HIV/AIDS e as Hepatites Virais.

 

A ação faz parte de uma campanha que a Prefeitura está desenvolvendo na cidade, por meio da Secretaria de Saúde, e integra o Programa Municipal de DST/AIDS e Hepatites Virais, desenvolvido pelo Centro de Saúde Dr. João de Brito Sobrinho. A palestra foi ministrada pelo coordenador do programa, Antônio Angel Pereira Ruiz.

 

Antes da palestra, quem esteve conversando com os cerca de 400 trabalhadores foi o prefeito Paulo Duarte. “Estamos acompanhando a construção das 1040 unidades habitacionais e, nas visitas, não tivemos ainda a oportunidade de ter um contato mais direto com estes trabalhadores que estão aqui, construindo novas moradias para atender famílias de baixa renda”, observou.

 

Segundo o prefeito, o encontro foi uma oportunidade para enaltecer toda a equipe da empresa responsável pela construção das unidades habitacionais, a VBC Engenharia, tanto do Flamboyant, no Guató, bem como do Buriti, no Jardim dos Estados, que deverão ser entregues em 2016.

 

“Estes trabalhadores estão construindo 1040 unidades habitacionais distribuídas em quatro residenciais, três no Guató e um no Jardim dos Estados, dotados de toda infraestrutura necessária e que vão realizar o sonho da casa própria de mais de mil famílias corumbaenses”, destacou.

 

“E este projeto foi pensado de forma a respeitar os direitos das pessoas que aqui vão morar. Não serão apenas apartamentos. Tem toda uma infraestrutura como drenagem, esgoto, asfalto, centro comunitário, centro de educação infantil, área de lazer, estacionamento, enfim, toda estrutura necessária, bem diferente do conjunto construído na entrada da cidade pelo Estado, no governo anterior. Aqui, até pontos de internet os apartamentos terão”, explicou.

 

E tudo isso está sendo construído, implantado, por 400 trabalhadores que, conforme o prefeito, merecem todo respeito e admiração. Paulo fez ainda um rápido balanço das obras em andamento, ressaltando que elas estão empregando cerca de 1.300 pessoas, bem como das já implantadas, principalmente na parte alta da cidade, como a UPA 24 Horas. E já previu abertura de novas frentes de trabalho com a retomada das obras das 226 casas do Corumbella II, o que deve ocorrer nos próximos dias, tão logo a Caixa autorize.

 

Palestra

 

Após o encontro com o prefeito, os trabalhadores participaram da palestra ministrada por Antônio Ruiz, sobre doenças sexualmente transmissíveis. O evento foi uma solicitação do próprio engenheiro responsável pela obra, Gustavo Souza Castro, que sentiu a necessidade de focar este assunto, como forma de orientar os funcionários.

 

“Estamos com 400 pessoas trabalhando aqui e a nossa expectativa é atingir um número bem maior de pessoas. Eles serão multiplicadores, repassando informações para seus familiares. Muitos tem filhos adolescentes e é nesta fase da vida que as crianças precisam ser orientadas, para se prevenir contra as DST/AIDS. Por isso, solicitamos esta palestra”, afirmou o engenheiro.

 

Durante a palestra, uma equipe da Saúde distribuiu panfletos contendo informações importantes sobre DST/AIDS. O coordenador do programa apontou a palestra como importante para intensificar a prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, principalmente levando-se em conta que pesquisas recentes mostram uma queda no uso da camisinha de 58% para 49%, em todas as faixas etárias, nas relações com parceiros casuais.

 

Ele lembrou que a situação nos dias atuais, é bem diferente do passado. Observou que, hoje, todas as pessoas sexualmente ativas,  fazem parte do grupo de risco, e que a maioria dos brasileiros (94%) sabe que a camisinha é melhor forma de prevenção às DST e AIDS. Mesmo assim, 45% da população sexualmente ativa do país não usou preservativo nas relações sexuais casuais nos últimos meses. Além disso,

 

O coordenador observa que é preciso dar especial atenção à prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. “O número de notificações e casos das DST´s está aumentando. Por isso intensificamos nossas ações incentivando o uso da camisinha como fator de proteção”, reforçou.