Prefeitura reforça segurança em escolas e prédios públicos do Município

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Coordenadoria Municipal de Segurança Pública, está reforçando a segurança em escolas e outros prédios públicos por meio da instalação de câmeras que estão sendo interligadas à central de monitoramento da Guarda Municipal. O projeto já está em pleno desenvolvimento na cidade e, agora, está sendo levado para as escolas e unidades de saúde.

 

Uma das escolas atendidas recentemente foi a José de Souza Damy que recebeu 14 câmeras que estão permitindo reforçar a segurança dos estudantes e profissionais da instituição, além de inibir atos de vandalismo ao patrimônio público. A instalação foi realizada dentro e no entorno da unidade de ensino.

 

De acordo com o comandante da Guarda, tenente coronel Ubiratan Oliveira Bueno, o monitoramento traz uma resposta rápida. “Ao constatar qualquer anormalidade, a Central de Coordenação de Operação da Guarda Municipal é acionada e uma viatura é enviada imediatamente ao local da ocorrência”, explicou Bueno, acrescentando que cada câmera possui sistema infravermelho e sensores de presença.

 

Ainda segundo Ubiratan, o monitoramento por meio de câmeras 24 horas, já contempla a escola Municipal Clio Proença, com oito equipamentos, a Unidade de Saúde Ênio Cunha, com dois e a Farmácia Municipal, com três. “Além de ao vivo, as imagens são gravadas e arquivadas, onde, se necessário, poderão ser resgatadas”, comentou.

 

Mudança na rotina

 

Segundo a diretora da Escola José de Souza Damy, Márcia Ivana do Amaral, há três semanas que os equipamentos foram instalados, e já  se percebe mudança na rotina da unidade de ensino.

 

“Eu posso dizer que conseguimos inibir em até 90% os conflitos”, disse. “Nosso maior problema aqui eram jovens da comunidade local, que insistiam em ficar pendurados no muro, brigas e confusões dentro da escola, além de pichações e depredações, que muitas vezes ocorriam”, completou, lembrando que após a instalação dos equipamentos, não foi registrado nenhuma ‘fuga’ de alunos de dentro da escola.

 

“Nós demos um grande passo no sentido de melhorar a segurança dos nossos alunos, porque esta escola possui uma divisão de blocos, que não permite que você enxergue o fundo, deixando todos vulneráveis demais”, lembrou.

 

Os equipamentos para o monitoramento 24 horas da unidade de ensino, foram adquiridos com recursos próprios da escola, por meio de promoções idealizadas junto com a comunidade escolar.