Prefeitura e Governo trabalham juntos para levar melhorias a residencial

A Prefeitura de Corumbá está encaminhando ao Governo do Estado, o projeto das obras de drenagem e pavimentação asfáltica da principal rua do Conjunto Conquista Guató, Nossa Senhora das Mercês. A proposta é, após a drenagem, pavimentar 1.430 metros, ligando a Avenida Nossa Senhora da Candelária, no Bairro Maria Leite, passando pelo Bairro Padre Ernesto Sassida, até a Rua Afonso Pena, já no Município de Ladário.

 

O projeto foi apresentado pelo prefeito Paulo Duarte ao governador Reinaldo Azambuja na semana passada, em encontro que os dois tiveram no Sesc Corumbá. “É mais uma etapa que estamos cumprindo para podermos atender os moradores do conjunto construído pelo Governo do Estado, na administração anterior. Nos encontros com o governador, tratamos bastante desse assunto e não podemos deixar que erros do passado, prejudiquem as famílias que estão residindo naquele local. Por isso estamos firmes nesta parceria, para pavimentar o conjunto, iniciando pela principal rua que corta todo o bairro”, explicou Duarte.

 

A drenagem e pavimentação estão sendo tratadas por Paulo e Azambuja desde que o governador assumiu o cargo. O prefeito corumbaense lembra que, em 2013, ao iniciar sua administração à frente da maior cidade pantaneira, buscou entendimentos com o Estado, para resolver um problema que estava afetando, e muito, os moradores do conjunto.

 

“Foram construídas 1.200 casas sem infraestrutura necessária. O conjunto não conta com drenagem, pavimentação asfáltica, unidade de saúde, escola, creche. Buscamos dialogar com o governo anterior, para resolver estes problemas. No entanto, somente agora, com o governador Reinaldo Azambuja, é que estes problemas começam ser resolvidos”, ressaltou, lembrando que o projeto será entregue ao secretário de Estado de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli.

 

projeto Conquista Guató

Projeto foi apresentado ao governador na semana passada (Foto: Clóvis Neto)

 

De perto

 

O prefeito Paulo Duarte vem acompanhando o drama dos moradores do Conjunto Conquista Guató desde o ano de 2013, quando determinou ações para atender a comunidade local, principalmente nas áreas de assistência social e saúde.

 

Em junho de 2014, durante chuvas constantes na cidade, a situação no conjunto se complicou. Casas ficaram inundadas e ruas intransitáveis. Para amenizar a situação, a Prefeitura realizou intervenções emergenciais com a implantação de tubos de concreto, para escoar a água de uma lagoa que se formou bem no centro do residencial, às margens da Rua Nossa Senhora das Mercês.

 

Na época, Duarte encaminhou ofício ao então secretário de Estado de Obras Públicas e de Transporte, Edson Giroto, reiterando uma solicitação já feita anteriormente, para execução da drenagem em toda a área onde foram implantadas as 1.200 moradias.

 

“Tivemos uma reunião com as lideranças do residencial na época e os moradores estavam extremamente preocupados. A situação havia se complicado com as chuvas e era preciso que o Governo executasse obras de drenagem, para dar condições digna de moradia às famílias que residem no local. Era um serviço que deveria ter sido feito quando o residencial estava em construção”, lembrou.

 

Na época a Prefeitura implantou uma galeria provisória para captar água de dois minadouros às margens da Nossa Senhora das Mercês, até chegar a um córrego seco, localizado na região norte do conjunto. Além disso, foi feita a recuperação da rua, o que assegurou melhores condições de tráfego.