Prefeito quer envolvimento do Governo da Bolívia na segurança da fronteira

O aumento da criminalidade na fronteira entre Corumbá e Puerto Quijarro, na Bolívia, tem preocupado a população dos dois países. A quantidade de roubos, furtos e assaltos, ainda que sem registro oficial, tem crescido e deixado as autoridades em alerta.

 

“O povo de Corumbá sempre teve uma relação harmoniosa com os irmãos de Puerto Quijarro e Puerto Suarez. É comum encontrarmos brasileiros fazendo compras ou visitando o País vizinho, assim como vemos diariamente centenas de bolivianos transitando pela nossa cidade. Por isso não podemos ficar alheios a esses acontecimentos”, afirmou o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte.

 

“Sabemos que esse tipo de ação criminosa é praticado por uma minoria, que a maioria dos brasileiros e bolivianos dessa fronteira trabalha e sobrevive do turismo, mais um elo forte entre os dois países. Por isso precisamos agir juntos e energicamente para reestabelecer a segurança nessa faixa fronteiriça”, complementou Duarte.

 

Na semana passada, o prefeito entregou ao agente consular da Bolívia em Corumbá, Oscar Félix Cuellar, um ofício solicitando apoio do governo boliviano nesta questão. “A Bolívia perde muito sem o turismo, primeiro setor que sofre com essa situação de insegurança. Vamos encaminhar esse documento a La Paz de maneira urgente”, garantiu Cuellar.

 

Leia o ofício na íntegra

 

Senhor Agente Consular,

 

Na Bolívia, o forte comércio de produtos importados, entre roupas, perfumarias, bebidas, eletroeletrônicos, a rica cultura, a interessante gastronomia e o fácil acesso ao país atraem um grande número de visitantes.

 

Porém, diante das constantes notícias sobre assaltos na região de fronteira, muitas vezes seguidos de violência, o simples passeio está-se tornando sinônimo de perigo.

 

Esse quadro é tão grave que não nos permitiu ficarmos alheios aos acontecimentos. Por isso vimos, pelo presente, solicitar a Vossa Senhoria a gentileza de interceder junto às autoridades bolivianas para levar a seu conhecimento a nossa preocupação e o nosso requerimento de providências relacionadas a medidas de segurança no território fronteiriço. Com essas ações, as pessoas terão mais tranquilidade em transitar no país vizinho.

 

Contando com sua valorosa assistência, colocamo-nos à disposição para, juntos, tentarmos sanar tal problema.           

 

Atenciosamente,

 

Paulo Duarte

Prefeito de Corumbá