Pedaladas e boa estrutura incrementam Turismo de Aventura no Pantanal de Corumbá

Unir atividade física, contemplação da natureza aliada a uma boa infraestrutura turística, caracterizaram tantas bicicletas presentes nos pólos turísticos do Porto da Manga e da Estrada Parque Pantanal, nesse final de semana em Corumbá. Essa é a definição da maioria dos quase 40 ciclistas da 2ª Pedalada Pantanal, que ocorreu entre os dias 15 e 16.

 

O percurso foi feito por um grupo de ciclistas que residem em Campo Grande e nesse ano totalizou 120 km de muita aventura. O período escolhido foi o mês de agosto, principalmente pela superabundante biodiversidade da época das cheias do Pantanal. O grupo conta com empresários, advogados, juízes e, sobretudo “vizinhos” que tem em comum aliar atividades esportivas, natureza e a cultura.

 

“Devido à sua geografia diversificada, que propicia aventuras na terra, na água e no ar, aliada a natureza exuberante, o município vem ganhando terreno como um dos favoritos destinos do Mato Grosso do Sul para a prática de esportes de aventura, como asa delta, parapente, esportes aquáticos, mountain bike e motociclismo, o que traz cada vez mais adeptos dessas modalidades, impulsionando o fluxo turístico no município e incrementando a diversificação da oferta de serviços”, afirma a diretora-presidente da Fundação de Turismo de Corumbá, Hélènemarie Dias Fernandes.

 

O trajeto aconteceu a partir da cidade de Corumbá, com saída do município pela Estrada Parque, passando pelo pólo turístico Porto da Manga, e o destino final foi a região do Passo do Lontra.  É a segunda vez que o grupo de ciclistas escolhe o Pantanal de Corumbá para se aventurar em cima de suas bicicletas.  No ano passado, exatamente nessa época aconteceu o primeiro encontro desses aventureiros com o total de 17 participantes. O trajeto em sua maioria plano, com exceção do Morro do Urucum, e a possibilidade de observação da diversidade da fauna pantaneira que a rota oferece, foi o que atraiu essa turma de aventureiros, que mais uma vez escolheram o Pantanal de Corumbá para se aventurar.

 

A empresária Vanildes Sório, proprietária da Pousada Sonetur, localizada no Pólo Turístico do Porto da Manga, refirma o saldo positivo e a oportunidade crescente de movimento de turista de aventura no Pantanal de Corumbá. “A procura é crescente e a expectativa é boa. No mês passado atendemos um grupo de motociclistas que vieram fazer Moto Road com trilhas no Pantanal e a Bolívia. Esse grupo de ciclistas também veio ano passado, esse ano o número de participantes dobrou”, afirmou à empresária.

 

Questionados sobre o porquê da escolha desse destino, para as pedaladas, o organizador do evento respondeu entusiasmado que “não existe outro local aqui no Estado de Mato Grosso do Sul, que aglomere tanta coisa boa junta em um lugar só. Além da riqueza da flora e fauna pantaneira, escolhemos a Estrada Parque, pois é um percurso conhecido que nos oferece toda a estrutura que precisamos”, afirma o empresário Antônio Marcos Moretti, um dos organizadores do grupo.

 

Além da riqueza que esses dois Polos turísticos oferecem, de acordo com Olivar Coneglian, juiz de direito e ciclista que participa do grupo, um dos pontos fundamentais avaliados pelos participantes foi à base estrutural para que a pedalada acontecesse: “O acesso ao Pantanal, principalmente na cidade de Corumbá é muito fácil e organizado. Já existe aqui em Corumbá uma estrutura pronta para o turista que quer se aventurar“, explica o juiz, que finaliza, essa pedalada acontecerá todo ano e a expectativa é que o número de participantes aumente, mas sempre tendo o município de  Corumbá como base”.